28 maio 2016

Até já a todos!

Foi com estas palavras que este blog começou:

"O objectivo deste site é informar a realidade dos escalões de formações do nosso clube Clube Académico de Futebol.
Espero que gostem. Vou tentar mantê-lo actualizado com toda a informação que possa! Um abraço a todos e apoiem estes escalões que são o futuro!"

Cada vez mais defendo estas palavras e acho que o futuro são mesmo estes jovens que com um sorriso demostram aquilo que mais gostam de forma simples e tornam a vida num eterno sorriso.

Ter-me tornado naquele amigo embora mais velho e para muitos o tio especial faz-me sentir que os sacrifícios valeram e orgulho-me de ver aqueles que vi nascer e crescer serem já alguém com uma profissão e sobretudo uma vida mais feliz e cheia de valores.

Para aqueles que ainda irão continuar a lutar por este seu sonho quero que sejam FELIZES e embora não tenham na forma escrita o meu acompanhamento, terei sempre que possível naquela minha cadeira que alguns já dizem que terá o meu nome. Sempre que quiserem falem comigo pois como sempre estarei cá para dar aquele apoio que BEM MERECEM.
Acreditem que cá estarei para TUDO!

Para os pais uma palavra especial de apoio para serem aqueles alicerces que alimentam o sonho dos campeões, mas que acima de tudo o façam de forma racional e natural e não obrigando ou estipulando metas demasiadamente altas para estes tão corajosos campeões.
Sei que por vezes é complicado, mas lembrem-se que 1 Ronaldo ou Messi surge em milhões.
Sintam, vivam a beleza deste desporto de forma a que no final o sorriso dos vossos filhos sejam o melhor dos prémios.

Em 13 anos e 2700 notícias partilhei o sonho destes guerreiros, que mesmo sem aquele apoio que acho que merecem de quem decide, os levaram a outros patamares e os fizeram evoluir e ser sobretudo mais HOMENS. OBRIGADO POR TUDO CAMPEÕES
Valeu a pena o esforço de estar em Viseu menos de 48 horas e mesmo assim passar mais de metade no Fontelo ou em deslocações convosco. Conhecer-vos foi o maior tesouro deste projecto...

Após 6 meses a repensar nos prós e contras deste projeto chego à conclusão que é melhor parar por algum tempo por tudo aquilo que se passou ao longo deste ultimo ano.
Lutei contra toda a ausência de notícias e ajuda na obtenção das mesmas, e mesmo naqueles momentos em que a crítica foi mais severa os sorrisos dos campeões ao pontapear uma simples bola, tornaram a vida menos difícil para cumprir o que tinha decidido comigo próprio, ou seja, aguentar o barco até ao final desta temporada.

No dia em que se joga o último jogo da temporada das nossas camadas jovens em casa, este blog tem o seu término (definitivo ou não logo se verá?) e acreditem que VALEU A PENA LUTAR POR VOCÊS e ADORAR ESTE LADO DA RUA!




PS: Sentirei a falta da questão da minha mãe: amanhã a que horas tens jogo? Ou do racionalismo do meu irmão só tu mesmo para este esforço.... Obrigado por tudo "pilares".

15 maio 2016

Cambalhota benjamim no marcador carimba meia final academista

Viseu Benfica - Académico Viseu 2:3
Golos Académico Viseu: Tiago Santos, Guilherme Neves, António Cunha.
Académico Viseu: David, Tomás, Bernardo Sequeira, António Cunha, Tiago, Miguel, João Miguel, Bernardo Coelho, Daniel, André, Gabriel, Guilherme Neves.

Foi um jogo diabólico , muito dividido onde os academistas começaram a perder por um a zero.
Os academistas souberam reagir da melhor forma e conseguiram o empate.
Era a vez dos benfiquistas reagirem e conseguiram novamente colocar-se na frente do marcador e assim complicar a missão dos benjamins academistas.
O final da partida aproximava-se do seu término e os academistas com um espirito guerreiro e de união conseguiram novamente reagir e viriam a conseguir 2 golos que lhe permitiriam dar a cambalhota final no marcador e com isso reservar a sua presença na meia final da prova.

Outros resultados:
Tarouca - Viseu 2001 :
Mangualde - Oliveira Frades :
Nelas - Crasto :

14 maio 2016

Infantis vencem e conquistam presença na meia final da Taça

video

Académico Viseu - Pinguinzinhos 4:3
Golos Académico Viseu: Carlos 2, Rafael Correia 2
Académico Viseu: Rafael Correia, Edgar, Chico, Jéssica, Martim, Filipe, Carlos, Coelho, Miguel Miragaia, Tomas.
Treinador: Fábio

Os infantis academistas defrontavam a equipa dos Pinguinzinhos nos quartos de final da Taça de Viseu.
Foi um jogo muito dividido entre duas equipas que sabendo da importância desta partida se mostraram algo nervosos e isso toldou um pouco as suas movimentações.
O marcador viria a ser inaugurado já perto do apito para o intervalo com os Pinguinzinhos a conseguirem colocar-se na frente do marcador.
A segunda parte mostrou duas equipas mais perto do que sabem fazer e com isso a qualidade da partida subiu e a emotividade também.
Os academistas souberam reagir bem às vantagens forasteiras mas com dois bis de Carlos e Rafael Correia acabaram por ser mais fortes e assim vencer uma partida que lhes dá o acesso às meias finais da prova.
Da união nasceu uma vitória que reforça o espirito de grupo desta equipa academistas frente a um adversário que tudo fez para também ele conseguir o acesso à fase seguinte.

Outros resultados:
Viseu 2001 - Nelas :
Dínamo Estação - Cinfães :
Vale Açores - Penalva Castelo 6:2 - APURADO: Vale Açores

08 maio 2016

Empate benjamim dá acesso a fase seguinte da Taça

Souselo - Académico Viseu 3:3
Golos Académico Viseu: Sequeira, Tiago e António Cunha.
Académico Viseu: Bernardo Coelho, Daniel, David, Tiago, Tomás, André, João Miguel, Gabriel, Miguel, Gui, Sequeira e António Cunha.
Treinador: Coelho e João Almas.

Os jovens benjamins academistas deslocavam-se a Cinfães para defrontar a equipa do Souselo sabendo que só um resultado com pontos lhe daria o acesso à fase seguinte desta Taça.
Frente a uma equipa bastante poderosa em termos físicos os academistas foram os primeiros a marcar na sequência de um livre marcado por Bernardo Sequeira aproveitando da melhor forma algum vento.
A reação local foi pronta e viria a resultar numa cambalhota no marcador.
Os academistas souberam reagir bem aos golos sofridos e ainda antes do intervalo viriam a empatar numa grande penalidade marcada da melhor forma por Tiago.
A segunda parte começou com ambas as equipas a procurarem o golo e seria mesmo a equipa do Souselo a colocar-se novamente na frente do marcador.
Contudo, a turma academista após este golo partiu na procura do empate que viria a acontecer já perto do final da partida tendo em Antonio Cunha o autor do mesmo e com isso garantir um empate que acaba por apurar os academistas para a fase seguinte da prova.

Outros resultados: 
Nelas - Leomil 4:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Nelas43011269
Académico Viseu42111497
Souselo42111087
Vila Nova Paiva41037123
Leomil41036143

Chuva de golos em jogo diabólico

video

Académico Viseu - Vila Chã Sá 5:5
Golos Académico Viseu: Rodrigo Coelho (10, 33, 60 min), Rodrigo Gaspar (34 min), Zé Mendes (43 min).
Golos Vila Chã Sá: Pedro Simão (21, 47 min), Pedro Mendes (27 min), Gustavo Oliveira (30 min), Zé Miguel (56 min)
Académico Viseu: Gustavo, Tiago Figueiredo, Miguel Sousa, Rodrigo Coelho, Rodrigo Gaspar, Gonçalo, Gonçalo Sousa, Zé Mendes, Pedro Fernandes, Tiago Santos e Bernardo Sequeira.
Treinador: Couto e Rúben.
Vila Chã Sá: Luís Carlos, Gustavo Oliveira, Francisco Figueiredo, Vitor Peixoto, Simão Cardoso, Pedro Mendes, Pedro Simão, Zé Miguel. 
Treinador: Filipe Cruz.
video
Os infantis sub12 academistas defrontavam a equipa do Vila Chã Sá.
A equipa forasteira entrou melhor na partida e no primeiro minuto Francisco Figueiredo remata colocado para uma primeira defesa de Gustavo. No minuto seguinte Pedro Simão desmarca bem Zé Miguel que isolado falha o mais fácil que seria o golo.
Aos 3 minutos cruzamento de Pedro Mendes para Zé Miguel rematar ao poste da baliza academista.
A resposta local dá-se na sequência de um canto marcador por Rodrigo Gaspar a solicitar Rodrigo Coelho que ao segundo poste cabeceia perto da baliza contrária.
O marcador viria a ser inaugurado aos 10 minutos quando Rodrigo Coelho sobre a linha final ganha o lance ao seu adversário e de ângulo apertado remata para o golo.
Aos 15 minutos canto de Rodrigo Gaspar para Miguel Sousa rematar forte obrigando Luis Carlos a boa defesa. No minuto seguinte novamente Rodrigo Gaspar a desmarcar desta vez Rodrigo Coelho que em boa posição remata bem mas vê o guarda-redes negar-lhe o golo.

O empate acabaria por acontecer num desequilibrio da defensiva academista quando Pedro Mendes consegue ser mais lesto que a defesa academista e centrar da melhor forma para Pedro Simão vindo de trás encostar para o golo.
Aos 25 minutos contra-ataque de Gonçalo a desmarcar da melhor forma Pedro Fernandes que isolado não consegue o melhor remate.
A cambalhota no marcador viria a acontecer aos 27 minutos quando Tiago permite uma a recuperação de bola a Pedro Mendes que já na área academista faz o remate que bate Gustavo.
Aos 29 minutos Gonçalo remata colocado vendo Luis Carlos a boa defesa.
Já sobre o apito para o intervalo novo golo viria a surgir quando Gustavo Oliveira num livre remata forte mas Gustavo é algo infeliz a defender e vê a bola rumar para as suas redes.
Derrota parcial dos academistas resultado de alguns erros defensivos que permitiram à equipa forasteira a cambalhota no marcador.
video
Ao contrário da primeira parte, os academistas entraram melhor nos derradeiros 30 minutos da partida e aos 34 minutos num bom lance individual ultrapassa dois defesas contrários e rematar para o golo academista.
No minuto seguinte Tiago Santos desmarca da melhor forma Rodrigo Coelho que no li
miar do fora de jogo consegue o remate que restabelece o empate na partida.
Aos 36 minutos Rodrigo Gaspar desmarca bem Rodrigo Coelho que surge isolado mas falha na direcção dada ao seu remate.
Na resposta Pedro Simão isolado permite a defesa do guarda-redes Gustavo.
Aos 43 minutos Zé Mendes aparece no local certo a fazer o golo após uma primeira defesa de Luís Carlos e assim colocar os academistas na frente do marcador novamente.
Três minutos depois Rodrigo Coelho em boa posição não consegue o golo quando os adeptos academistas já gritavam pelo golo.
Aos 44 minutos o empate viria a acontecer quando Francisco Figueiredo centra para Pedro Simão de primeira rematar forte para o golo.

Quatro minutos depois Miguel Sousa num livre obriga Luís Carlos a trabalhos reforçados a evitar o golo academista. No seguimento do canto Rodrigo Gaspar marca o mesmo para ao segundo poste aparecer Gonçalo Sousa, solto de marcação, cabecear ao lado da baliza forasteira.
Aos 51 minutos Pedro Mendes remata colocado vendo o poste devolver o mesmo. Na resposta é Gonçalo Sousa a ter a mesma sorte e assim o empate continuava a mandar no marcador.
Aos 56 minutos, nova cambalhota no marcador viria a acontecer quando Francisco Figueiredo bem solicitado por Zé Miguel, remata de primeira para o golo que coloca a equipa do Vila Chã de Sá na frente do marcador.
Os academistas não baixam os braços e no minuto seguinte Rodrigo Coelho desmarca da melhor forma Gonçalo Sousa que na altura do remate escorrega e desperdiça assim uma ocasião flagrante para o empate.
Esse empate viria a acontecer à passagem do minuto 59 quando num canto marcador por Rodrigo Gaspar, Rodrigo Coelho aparece a ser mais lesto que a defesa contrária e rematar da melhor forma para o golo.
Empate que se ajusta num jogo diabólico onde as constantes mudanças do marcador tornaram o jogo empolgante até ao apito final.   

Outros resultados:
Mangualde - Viseu Benfica 4:0
Viseu 2001 - Viriatos 3:6
Dínamo Estação - Quintela Orgens :

07 maio 2016

Nulo em jogo de muito pulmão mas pouca inspiração


Académico Viseu - Chaves 0:0
Académico Viseu: Elísio, Tiago Francisco, Pedro Santos, Tigas (Bié, 78 min), Rafael Barreiros, João Lage (Caramelo, 65 min), Gonçalo Sousa, Rui Lapa, Rafael Santos (Immo, 81 min), Kiko, Rodrigo.
Suplentes não utilizados: Tiago Lopes, Diogo Ribeiro, Simão.
Treinador: Lage, Tiago.
Chaves: Francisco, Roberto, Raulinho (Tozinho, 64 min), Ruca, Simão, Daniel, Afonso (Ricardo, 38 min), Yann, Gaião, Vianna (Camará. 83 min) e Salvé.
Suplentes não utilizados: Batalha, Mário, Joca, Barreto.
Treinador: Carlos Guerra.
Cartão amarelo:
Académico Viseu: Rodrigo (22 min), Tiago Francisco (57, 68 min), Rafael Barreiros (67 min)
Chaves: Ruca (40 min), Salvé (81 min)
Cartão vermelho:
Académico Viseu: Tiago Francisco (68 min)
Árbitro: Tiago Gonçalves, Auxiliares: Ricardo Fernandes e Nélson Araújo (A. F. Castelo Branco)

Este é o jogo que marca o encerramento da fase de título e consequente acesso à divisão maior do escalão de Juniores A.
Frente a frente, os academistas e os flavienses lideres desta fase. Inicio de partida com mais posse de bola da equipa do Chaves.
Aos 10 minutos cruzamento de Salvé com Raulinho a chegar atrasado ao mesmo.
Oito minutos depois livre para Gonçalo marcar a solicitar da melhor forma Rafael Barreiros que cabeceia para as núvens.
Aos 23 minutos primeiro Salvé e depois Gaião obrigam Elísio a boas defesas. Sete minutos depois novo lance de desperdício para a equipa do Chaves com Simão na cara de Elísio a perder algum tempo para o remate valendo a atenção do guarda-redes viseense a negar o golo.
A melhor ocasião de golo acontece aos 35 minutos quando Tigas entra da melhor forma na área flaviense mas vê Francisco a negar-lhe o golo.
Os forasteiros estão por cima do jogo mas sem conseguirem desatar o nulo da partida.

Início de segunda parte sem mexidas em ambas as equipas. Muitos passes errados tornam o jogo desinteressante.
Aos 56 minutos cruzamento teleguiado de Rafael Santos para João Lage na pequena área rematar para as nuvens. Que desperdício este!
Aos 61 minutos corte providencial de Tiago Francisco aevitar o remate de Raulinho.
Jogo completamente partido com muito espaço no eixo central do campo e bastante desinteressante.
O Chaves controla a partida trocando da melhor forma a bola evitando os ataques academistas.
Aos 90 minutos cruzamento de Ruca para Salvé cabecear ao poste da baliza academista.
Empate que se ajusta num jogo de muito pulmão mas pouca inspiração de ambas as equipas que não conseguiram desatar o nulo inicial.
Outros resultados:
Padroense - Oliveirense 0:1
Fafe - Operário Lagoa :