22 fevereiro 2015

Iniciados infelizes em Avanca

Avanca - Académico Viseu 4:1

Os iniciados academistas deslocavam-se a Avanca para um confronto com um directo adversário na luta pela manutenção.
Foi um jogo em que os academistas ate foram a primeira a criar um lance de perigo quando apś perca de bola da turma local o jogador academista faz o chapeu mas onde o golo não surge.
A equipa local foi-se conseguindo impor e viria a marcar dois golos ainda na primeira parte.
O início da segunda parte começa com uma grande penalidade favorável á equipa local que viria a conseguir desta forma ampliar a sua vantagem
Os academistas viriam a conseguir reagir e igualmente na marcação de uma grande penalidade viria a reduzir a sua desvantagem.
Contudo a equipa local soube controlar as investidas academistas e viria ainda a conseguir obter um golo que castiga em demasia os academistas

Outros resultados:
Fiães - Beira Mar 1:0
Oliveirense - Gondomar 0:0
Gafanha - Repesenses 1:3
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Gafanha52128838
Oliveirense51225638
Fiães52035839
Gondomar50504426
Avanca531110524
Repesenses52216422
Académico Viseu52124717
Beira Mar50413417

Boavisteiros vencem juvenis academistas apáticos

video

Académico Viseu- Boavista 1:3
Golo Académico: Jota (38 min)
Golos Boavista: Ricardo (20 min), Edu (49 min), Guilherme (77 min)
Académico Viseu: Elísio, Cláudio, Pedro Santos, Jorge, Jota, Bié, David, Gonçalo (Diogo Lourenço 78 min), Caramelo, Ângelo e Simão (Diogo Ribeiro, 70 min).
Suplentes não utilizados: Diogo Correia, Gonçalo Costa, Pedro Amaral.
Treinador: Roger.
Boavista: Fábio, Rio, Lucas, Tiago Pessoa, Paulinho, Tomás (Igor, 64 min), Henrique, Rúben Gonçalo, Edu, Ricardo (Guilherme, 72 min) e António (Roberto, 56 min).
Suplentes não utilizados: Tomás Almeida, Portela, David Gomes e Kevin.
Treinador: Tavares.
Árbitro: Ricardo Moreira, Auxiliares: Ricardo Fraguito e Sérgio Gonçalves (A.F. Vila Real)

Os juvenis academistas defrontam a equipa do Boavista em mais um jogo vital para o objectivo pretendido que é o da manutenção nos Nacionais deste escalão.
Aos 4 minutos primeira ocasião para os boavisteiros quando em duas situações António obriga Elísio a grandes defesas a evitar o golo forasteiro.
No minuto seguinte é Ruben Gonçalo a rematar colocado para nova defesa do guarda-redes academista.
Muita passividade dos academistas que está a permitir à equipa boavisteira o domínio inicial da partida. A resposta academista dá-se aos 6 minutos quando ângelo aparece a antecipar-se ao defesa contrário mas  Fábio mostra a atenção para defesa atenta.
Aos 14 minutos livre marcado por Paulinho com Elísio a responder com defesa e a bola ainda embater na trave. No minuto seguinte bom cruzamento de António para o centro da área onde Rúben Gonçalo aparece a falhar o golo.
Domínio quase por completo da equipa boavisteira e aos 19 minutos é a vez de Edu rematar para defesa de Elísio.
Aos 20 minutos surge o golo que acaba por se ajustar quando António centra da melhor forma e Ricardo aparece ao segundo poste a encostar para o golo inaugural da partida.
Exibição muito descolorida dos academistas onde nem os lances de bola parada resultam.
Com o golo a partida a qualidade da partida diminui e com isso os academistas parecem equilibrar e viriam a empatar a partida aos 37 minutos num livre marcado por Jota que só para nas redes boavisteiras.
Chega-se ao intervalo com um empate penalizador para a equipa boavisteira que teve o domínio da partida sendo surpreendida com um golo de livre pelos academistas.

Aos 44 minutos remate de Paulinho para defesa de Elísio e na sobra Rio remata forte um pouco ao lado da baliza academista.
Cinco minutos muitas facilidades na defensiva academista com Ricardo a conseguir entrar na área academista e desmarcar Edu que aparece a encostar para o golo.
Tal como na primeira parte cabe aos forasteiros o domínio inicial da partida.
Aos 52 minutos remate de muito longe de Rúben Gonçalo. Sete minutos depois cabeceamento que passa muito perto da baliza academista.
A resposta dá-se aos 67 minutos num livre de Jota com nenhum dos seus colegas conseguir o cabeceamento.
Os academistas estão a equilibrar a partida. Aos 76 minutos o resultado parece ser carimbado com novo golo para os boavisteiros num lance bem conduzido por Roberto que tem um centro preciso para o recém-entrado Guilherme aparecer a encostar para o golo.
Vitória justa dos boavisteiros que dominaram por completo a partida, onde os academistas se mostraram desinspirados.
Arbitragem sem reparos.

Out: apatia academista. Os jovens academistas desde cedo mostraram uma apatia na disputa dos lances e isso fez com que os boavisteiros conseguissem facilmente ganhar os mesmos. Desta forma o domínio da partida coube quase por inteiro aos forasteiros sem deixarem que os academistas assumissem o seu jogo.
In: segurança boavisteira. Foi uma exibição bastante segura da turma boavisteira e mesmo surpreendida com o golo do empate pelos academistas conseguiram dominar a partida, materializando o seu maior ascendente na segunda parte. Disputando com muito querer todos os lances os boavisteiros conseguiram ser mais fortes ao longo da partida.
Melhor em campo: Ricardo. Foi dos seus pés que nasceram a maioria dos lances de maior perigo da equipa boavisteira. Uma exibição bastante inspirada e onde se destacam o golo e a assistência realizada para o segundo golo boavisteira. Com isso a sua exibição fica na retina e permite-lhe ser o homem em destaque nesta partida.

Outros resultados:
Feirense - Leixões 1:1
Penafiel - Paços Ferreira 1:1
Régua - Oliveirense 0:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Boavista43017543
Feirense42114241
Oliveirense43105136
Leixões41307533
P. Ferreira40224619
Penafiel41216216
Académico Viseu41125714
Régua400411110

17 fevereiro 2015

Lances de bola parada ditam vitória academista moralizadora

video

Académico Viseu - Oliveirense 2:1
Golos Académico Viseu: Nené (2)
Académico Viseu: Tomé, Nuno, Filipe, Diogo Vouzela, Marco, Tiago Salgado, Nené, Diogo Matos (João), Gustavo, Diogo (João Lourenço) e Rúben
Treinador: Carlos Santos.
video

Os iniciados academistas tinham esta terça feira mais um jogo do seu Campeonato Nacional.
A equipa academista defrontava o lider da série e queria dar seguimento à boa recuperação que estão a encetar.
Vindo de uma sempre moralizadora vitória frente ao Repesenses foram conseguindo manietar as investidas cointrárias e criar lances de perigo e viriam a ser os primeiros a marcar.
Foi num livre superiormente marcado por Nené que quase do meio campo surpreende o guarda-redes contrário colocando os academistas na frente do marcador.
Seria desta forma com uma vitória pela margem mínina favorável aos academistas que ambas as equipas iriam regressar aos balneários para o merecido descanso.

Na segunda parte os academistas viriam a conseguir dilatar a sua vantagem em novo lance de bola parada desta feita numa grande penalidade em que Nené não acusou a pressão e fez o golo que dava uma maior segurança aos locais.
Os forasteiros ainda conseguiriam reduzir a sua desvantagem mas tal como têm mostrado os academistas souberam unir-se e preservar uma vantagem preciosa e com isso onter uma vitória que dá ainda mais ânimo aos academistas na luta pela manutenção.

UNIDOS SOMOS MAIS FORTES! Vamos a eles.



NOTA: Gostaria de agradecer aos amigos Pedro Tadeu e Manuel Pereira pela ajuda tanto nas fotos como nos videos que assim tornam a noticia ainda mais especial. O meu OBRIGADO!

Outros resultados:
Beira Mar - Avanca 1:1
Gondomar - Repesenses 1:1
Fiães - Gafanha 1:3
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Gafanha42117538
Oliveirense41125637
Fiães41034836
Gondomar40404425
Avanca42116421
Repesenses41213319
Académico Viseu42113317
Beira Mar40403317

16 fevereiro 2015

Juvenis com vitória forasteira

video

Molelos - Académico Viseu 0:2



NOTA: Gostaria de pedir a quem assistiu a esta partida e me possa enviar informações sobre o mesmo que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. O meu OBRIGADO!

Outros resultados:
Lusitano Vildemoinhos - Pinguinzinhos 3:0
Viseu 2001 - Mortágua 3:0
Mangualde - Viseu Benfica 1:2
Estrelas Mondego - Canas Senhorim 3:1
Molelos - Penalva Castelo 1:4
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Lusitano Vildemoinhos20162256950
Pinguinzinhos201532471448
Viseu 2001201433582045
Vouzelenses201208433336
Viseu Benfica20947332631
Académico Viseu20868342730
Mangualde19748323522
Penalva Castelo206311253821
Mortágua206212294620
Molelos195212244317
Estrela Mondego205213226117
Canas Senhorim20011910611

Vitória academista em derby viseense

video

Repesenses - Académico Viseu 0:1

NOTA: Gostaria de pedir a quem assistiu a esta partida e me possa enviar informações sobre o mesmo que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. O meu OBRIGADO!

Outros resultados:
Avanca - Fiães 2:0
Oliveirense - Beira Mar 1:1
Gafanha - Gondomar 2:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Oliveirense31114437
Fiães31023436
Gafanha31114435
Gondomar30303324
Avanca32015320
Repesenses31112218
Beira Mar30302216
Académico Viseu31111214

15 fevereiro 2015

Iniciados derrotados por inspiração forasteira

video

Académico Viseu - Drizes 1:5
Golo Académico Viseu: Eduardo (70+ 3 min)
Golo Drizes: João Pedro (17, 40, 48 , 62 min), Emanuel (46 min)
Académico Viseu: Pedro Farias, Neutel (David, 51 min), Edu, Gaby, João Silva (Gomes, 45 min), Tó, Francisco, Teixeira (Amaral, 26 min), Tiago (Leo Santos, intervalo), Costa (Nuno, 44 min) e Leo Rodrigues.
Suplentes não utilizados: Zé Miguel.
Treinador: João Figueira.
Drizes: João Rodrigues (João Oliveira, 70+ 1min), Pedro Gil, Vitor Rodrigues, Rodrigo(Tiago Rodrigues, 63 min), Bernardo Cardoso, Leandro, João Pedro, João Rafael, Emanuel(José Pedro, 63 min), José Mendes (Gonçalo Almeida, intervalo) e Branquinho (Jordan, intervalo).
Treinador: Alécio.
Cartão amarelo:
Académico Viseu: Francisco (35+ 2 min)
Drizes: João Rafael (25 min), Bernardo Cardoso (35+ 2 min), Pedro Gil (39 min)
Árbitro: Daniel Bernardo, Auxiliares: Luis Cabral e Andreia Figueiredo.

Os iniciados B academistas defrontam a equipa do Drizes em mais um jogo do campeonato distrital deste escalão.
Cabe ao Drizes a melhor entrada na partida tendo mais posse de bola e aos 7 minutos tem uma grande ocasião de golo quando Leandro remata bem obrigando Pedro Farias a uma primeira grande defesa. Na sobra é João Pedro a aparecer em boa posição a não conseguir o melhor remate.
Aos 10 minutos grande ocasião para os academistas com Leo Rodrigues na ala esquerda a rematar à base do poste da baliza forasteira.
Quatro minutos depois Leo Rodrigues remata para defesa a dois tempos de João Rodrigues.
Aos 17 minutos momento de inspiração de João Pedro que de muito longe consegue rematar em jeito fazendo a bola sobrevoar o guarda-redes academista fazendo o golo.
Cinco minutos depois no seguimento de um canto João Pedro aparece a cabecear muito perto da baliza academista.
Os academistas estão a conseguir equilibrar a partida mas aos 34 minutos Leandro aparecer isolado e Pedro Farias com boa defesa evita o golo.
Intervalo com vitória parcial do Drizes.

Os academistas procuram nesta segunda parte o golo do empate e aos 40 minutos Leo Rodrigues centra bem com Leo Santos a chegar atrasado.
Quem não marca tende a sofrer e isso viria a acontecer no minuto seguinte contudo os forasteiros viriam a conseguir o golo com novo golo de João Pedro a rematar de muito longe para Pedro Farias não conseguir esboçar reação.
Aos 46 minutos cruzamento de João Pedro para Emanuel conseguir aparecer a rematar fazendo o terceiro golo da equipa forasteira.
Dois minutos novo golo viria a acontecer com João pedro a conseguir se antecipar à defensiva academista e responder da melhor forma a um cruzamento de Leandro.
Aos 50 minutos grande ocasião para os academistas com Francisco a aparecer bem mas sem conseguir o golo.
Cinco minutos depois Leo Rodrigues aparece a centrar quase surpreendendo João Rodrigues. Aos 60 minutos Amaral remata em boa posição mas algo fraco.
Os academistas após os golos sofridos reequilibram mas viriam a sofrer novo golo quando numa jogada de contra-ataque conduzida por Leandro que remata e ao segundo poste aparece João Pedro a encostar para novo golo.
Sobre o apito final os academistas viriam a conseguir o golo quando no seguimento de um canto a bola chega a Edu que em boa posição faz o golo que premeia os locais.
Out: 15 minutos de pesadelo. Se ao longo da primeira parte os academistas conseguiram equilibrar e suster as investidas da equipa forasteira, os primeiros 15 minutos mostraram-se pesarosos e de pesadelo para os academistas. Nesse período os locais viriam a sofrer 3 golos e desta forma ficar mais longe da disputa pelo resultado final.
Melhor em campo: João Pedro. Desde cedo se apercebeu que seria o motor da sua equipa e por quem iria protagonizar as melhores situações de golo. Com uma boa leitura de jogo e bom remate premiou a sua exibição com a obtenção de 4 golos, dois dos quais de grande qualidade. Com uma exibiçao para recordar este jovem contribui em grande parte para a vitória da sua equipa.

Outros resultados: 
Oliveira Frades - Penalva Castelo 1:1
Viseu 2001 - Lusitano Vildemoinhos :
Viseu Benfica - Santo André 5:0
Viriatos - Ranhados 6:0
Vouzelenses - Sátão :

14 fevereiro 2015

Benjamins com pé quente

video

Académico Viseu - Vouzelenses 8:2
Golos Académico Viseu: Sequeira (5, 13, 34 min), Miguel (6 min), Tiago (12 min), Gui (20 min), Cunha (38 min), João Miguel (43 min)
Golos Vouzelenses: Hugo (26 min e 50 min)
Académico Viseu: Gabriel, Tomás, Cunha, Miguel, Tiago, Sequeira, Gui, João Miguel, David, Francisco, Madeira e Bernardo Coelho.
Treinador: Coelho.
Vouzelenses: Diogo Miragaia, João Carreiró, Lourenço, João Pedro, Diogo Figueiredo, Leonor, Hugo Lindinho, Rúben Loureiro, Fábio Ferreira e João Maria.
Treinador: Filipe Figueiredo.
video

Os benjamins sub10A academistas defrontavam a equipa do Vouzelenses procurando uma vitória que lhes permitisse conservar o segundo posto na tabela classificativa.
No primeiro minuto livre de Tiago a obrigar Diogo Miragaia a boa defesa. No minuto seguinte os academistas mais uma vez ficaram muito perto do golo quando Gui aparece isolado mas falha no remate.
Corolário de uma boa entrada na partida os academistas viriam a conseguir o golo inaugural da partida quando no seguimento de um canto Tiago passa para Cunha que deixa a boal passar para Sequeira rematar colocado fazendo o golo.

No minuto seguinte Miguel consegue ter uma boa jogada individual ultrapassando dois defesas contrários e com isso aparecer perante Diogo Miragaia fazer o golo.
Aos 12 minutos passe de Gui a solicitar Tiago que remata forte fazendo o terceiro golo da sua equipa. No minuto seguinte novo golo viria a surgir quando Miguel tem uma boa jogada e depois desmarca bem Gui que centra para Sequeira aparecer em boa posição a bisar na partida.
A primeira jogada de perigo da equipa forasteira surge aos 18 minutos quando João Pedro marca o canto e Hugo aparece a cabecear para defesa de Gabriel.
Aos 20 minutos Gui remata forte e colocado ampliando a vantagem da sua equipa.
Vitória justa dos academistas que chegam ao intervalo com uma vitória gorda e com o resultado quase que delineando uma vitória final.

A segunda parte começa com um Vouzelenses mais pressionante e a tentar também ele o golo e logo no primeiro minuto Hugo aparece isolado a fazer o golo da sua equipa.
Os academistas sentem um pouco o golo e Hugo um verdadeiro quebra cabeças centra bem para João Maria não conseguir o golo.
Aos 33 minutos João Maria em boa posição aparece a rematar perto da baliza academista.
No minuto seguinte Sequeira remata de muito longe e vê a bola passar por debaixo de Diogo Miragaia e desta forma obter o sexto golo da sua equipa.
No minuto seguinte boa jogada individual de Hugo a conseguir ultrapassar dois defesas academistas rematando perto da baliza de Bernardo.
Aos 38 minutos seria Cunha a aparecer no local exacto para encostar e desta forma fazer o golo. Cinco minutos depois novo golo viria a surgir quando após boa jogada de Miguel este centra bem para João Miguel aparecer ao segundo poste a encostar para o oitavo golo da equipa academista.
Aos 48 minutos novo golo viria a surgir quando num remate de muito longe de Hugo este vê a bola passar por cima de Bernardo e reduzir a desvantagem da sua equipa.
Já sobre o apito final o mesmo jogador vê o seu remate embater com estrondo na barra da baliza academista.
Vitória gorda academista que mostrou-se letal na concretização das ocasiões criadas.

Out: primeira parte vouzelense. A equipa do Vouzelenses esteve longe da baliza academista sem criar lances de perigo o que não aconteceu nos derradeiros 25 minutos que deram outra imagem bem mais positiva.

Outros resultados:
Repesenses - Lusitano Vildemoinhos 5:1
Viseu Benfica - Dínamo Estação 2:0
Viseu 2001 - Oliveira Frades :

Infantis academistas vencem derby aceso

Académico Viseu - Viseu Benfica 3:1
Golos Académico Viseu: Raul (28 min), Miguel Loureiro (39 min), Diogo Gouveia (57 min)
Golo Viseu Benfica: Gonçalo (35 min)
Académico Viseu: Toni, Kiki, Pedro Neto, Melo, Gonçalo Pereira, Diogo Gouveia, Vasco, Raúl, Miguel Loureiro, Diogo Paiva, João Nunes e Mário.
Treinador: João Figueira e Zé Henrique.
Viseu Benfica: Nuno, Guilherme, Nélson, Diogo Lima, Diogo Fernandes, Alex, Gonçalo, Pina, Tiago, Machado, Débora e Zé Pedro.
Treinador: Fernando.

Os infantis academistas defrontavam o Viseu Benfica num jogo em atraso da 15ª Jornada da Série Centro deste escalão.
Coube aos academistas o primeiro remate à baliza contrária tendo em Melo o autor do mesmo.
Aos 7 minutos é Raul a conseguir aparecer em boa posição a centrar mas sem nenhum dos seus colegas conseguir o melhor remate.
A equipa benfiquista conseguia mostrar-se bastante equilibrada e coesa dificultando a missão aos academistas e aos 17 minutos é mesmo Tiago a rematar para defesa de Toni.
Dois minutos depois Melo remata muito perto da baliza de Nuno. Aos 25 minutos boa jogada de Pedro Neto que tem uma boa subida de terreno e fica perto do golo.
No minuto seguinte o mesmo jogador centra bem para Diogo Gouveia aparecer a rematar mas sem a melhor direcção.
O marcador viria a ser inaugurado aos 28 minutos quando Melo desmarca bem Raul que sobre a linha de área flecte bem para o interior da área benfiquista e quando tem mais espaço desfere o remate cruzado fazendo o golo que colocava a sua equipa na frente do marcador.
Chegava-se ao intervalo com uma vitória parcial dos academistas onde o empate se ajustava mais aos acontecimentos dos primeiros 30 minutos mas onde os academistas já perto do final conseguiam obter um golo após boa jogada colectiva.

A segunda parte começa com os academistas a pressionarem para obter o segundo golo e veriam aos 32 minutos Melo a desmarcar Diogo Gouveia que em boa posição não consegue o golo.
No minuto seguinte é Gonçalo Pereira a ter um bom remate para defesa de Nuno.
O empate na partida viria a acontecer aos 35 minutos com Gonçalo em boa posição a rematar forte e vendo o mesmo passar por baixo de Mário e colocando o empate no marcador.
A resposta academista deu-se de seguida com Gonçalo Pereira a desmarcar bem Vasquinho que remata para uma primeira defesa de Nuno e na sobra é Gonçalo a evitar o golo academista.
Aos 39 minutos os academistas viriam a conseguir novo golo quando numa jogada de insistência a bola parece perdida mas Miguel Loureiro é mais lucido e aparece a rematar para o golo.
Os academistas parecem ter mais posse de bola e aos 47 minutos após bom cruzamento de Gonçalo Pereira, Melo aparece a cabecear à trave.
Dois minutos depois Pedro Neto em duas situações fica muito perto do golo. Aos 51 minutos Diogo Gouveia remata colocado para uma grande defesa de Nuno.
Com o resultado em aberto, os benfiquistas começaram a acreditar e a pressionar para a obtenção do empate que ficaria perto de acontecer aos 53 minutos quando Alex aparece a rematar para defesa de Mário e na sobra Diogo Gouveia faz o corte final evitando assim o golo da equipa contrária.
Aos 57 minutos jogada de contra-ataque exímia dos academistas com Gonçalo Pereira a começar o lance solicitando Melo que desmarca bem Diogo Gouveia que entrando na área benfiquista faz o remate forte fazendo o terceiro golo da equipa academista.
Até ao final da partida Melo em três tentativas de golo viu Nuno negar-lhe o golo.
Já perto do final é Raul a rematar para nova boa defesa de Nuno.
Vitória bastante complicada dos academistas numa tarde algo desinspirada mas onde a equipa do Viseu Benfica conseguiu sempre estar bem escalonada e dificultando a missão dos academistas.
Arbitragem com bastantes erros.

Out: critérios de escolhas na arbitragem. Sinceramente não consigo perceber qual o critério usado para nuns jogos haver dois árbitros e outro somente um. Principalmente nos jogos de sub12 e sub13 onde já existem foras de jogos e a disputa dos lances é mais aceso seria aconselhável haver dois árbitros e assim evitavam-se muitos dos erros que por ventura hoje se assistiram. Por vezes valia a pena proteger a arbitragem ajudando na sua sempre difícil missão!
In: emotividade. Foi um derby bastante emotivo e com o resultado em aberto até ao apito final. Os jogadores de ambas as equipas lutaram como verdadeiros heróis, face à adversidade temporal que assolou Viseu, para obter uma vitória.

Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Académico Viseu1615011382145
Repesenses1614021521042
Dínamo Estação161213633037
Lusitano Vildemoinhos16824633232
Viseu 200116817535025
Viseu Benfica16439276015
Penalva Castelo164111288913
Quintela Orgens163310246512
Vouzelenses163310208612
Santo André160016101350

Juniores vencem em Mangualde

Mangualde - Académico Viseu 1:3
Golos Académico Viseu: João Soares 2 e Pedro Pereira.

Académico Viseu: Fábio, Pedro Pereira, Carlos (Pedro Santos), Eduardo, Rafael Marques, Mendes, Bruno (Rodrigo), Rafael Barreiros, Rafael Silva, João Soares e Vasco (Caramelo).
Suplentes não utilizados: Tiago Sarmento e Diogo Correia.
Treinador: Lage.

Os juniores deslocavam-se a Mangualde para defrontar a equipa local.
Coube aos academistas a melhor entrada na partida e desta forma iriam-se a adiantar no marcador tendo em João Soares o autor do golo.
Os academistas continuam a pressionar mais tendo as melhores oportunidades de golo mas Diogo ia anulando os mesmos com boas defesas.
Aos 35 minutos a equipa local viria a conseguir o golo do empate numa falha da defensiva academista que o jogador da equipa local soube aproveitar.
Ainda se comemorava o golo local e os academistas por intermédio de Pedro Pereira se colocavam novamente na frente do marcador, resultado com que se chegaria ao intervalo da partida.
A segunda parte mostrou mais do mesmo, ou seja com os academistas a terem bons lances de perigo mas onde Diogo ia anulando os golos e com isso colocar a sua equipa na luta pelo resultado final.
O marcador viria a ser encerrado já perto do apito final com João Soares a ser o autor do golo e desta forma os academistas asseguravam mais uma importante vitória nesta primeira fase da prova.
  
NOTA: Gostaria de pedir a quem assistiu a esta partida e me possa enviar informações sobre o mesmo que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. O meu OBRIGADO!

Outros resultados:
Mortágua - Lusitano Vildemoinhos 1:2
Cabanas Viriato - Ranhados 0:5
Viseu Benfica - Penalva Castelo 5:2
Viseu 2001 - Molelos 0:7
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Académico Viseu191522752347
Molelos181233592139
Lusitano Vildemoinhos181215641737
Viseu Benfica181125482335
Mortágua181044351534
Penalva Castelo18927402929
Ranhados18747272825
Canas Senhorim185310204318
Mangualde185112274316
Viseu 200118221418588
Cabanas Viriato19001981210

11 fevereiro 2015

Equilibrio até que "apito desnorteado" ditou derrota juvenil

Oliveirense - Académico Viseu 2:1

Os juvenis academistas deslocavam-se a Oliveira de Azemeis para defrontar a equipa do Oliveirense em mais um jogo do Campeonato Nacional deste escalão.
A partida foi equilibrada com ambas as equipas a terem boas ocasiões de golo e onde o dominio da partida era repartido.
Se as duas equipas jogavam o seu futebol, a outra equipa em campo decidiu ser a figura de jogo ao tornar um jogo agradável num espectaculo de expulsões disparatas e que prejudicaram a equipa viseense que assim sai vergada a uma derrota.

Torna-se preocupante em 3 jogos realizados nesta fase final haver 3 trabalhos menos positivos do trio de arbitragem. A merecer uma reflexão e análise!

NOTA: Gostaria de pedir a quem assistiu a esta partida e me possa enviar informações sobre o mesmo que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. O meu OBRIGADO!

Outros resultados:
P. Ferreira - Feirense 0:1
Leixões - Régua 3:1
Boavista - Penafiel 1:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Feirense32013140
Boavista32014440
Oliveirense32103133
Leixões31206432
P. Ferreira30113518
Penafiel
1115115
Académico Viseu31114414
Régua30031910

08 fevereiro 2015

Infantis academistas vencem pinguinzinhos

Académico Viseu - Pinguinzinhos 5:1
Golos Académico Viseu: Carlos 3, Rafael Correia e Saraiva.

Os infantis sub12 academistas defrontavam a equipa dos Pinguinzinhos, um dos adversários directos na luta pelos lugares mais cimeiros desta série.
Os academistas conseguiram ser os primeiros a marcar tendo em Carlos o autor do golo inaugural.
Ainda antes do intervalo o mesmo jogador viria a conseguir bisar na partida. Na resposta passado dois minutos David consegue o golo que coloca a discussão do resultado final em aberto para a segunda parte.
Nesse período os academistas viriam a mostrar-se mais fortes e marcar em 3 situações, onde Carlos, Rafael Correia e Saraiva são os autores dos mesmos.
Com esta vitória os academistas conseguem uma vantagem preciosa na tabela classificativa.

NOTA: Gostaria de pedir a quem assistiu a esta partida e me possa enviar informações sobre o mesmo que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. O meu OBRIGADO!

Outros resultados:
Repesenses - CFT Viseu 2:4
Dínamo Estação - Viseu Benfica :
Viseu 2001 - Lusitano Vildemoinhos 4:1

Infantis com pé quente em manhã gélida

video

Vouzelenses - Académico Viseu 0:13
Golos Académico Viseu: Rafael (1, 18, 53, 54 min), Miguel Loureiro (14 min), Gonçalo (18 min), Kiki (22 min), Vasquinho (27 min), Raul (31 min),  Melo (35 e 38 min), João Nunes (56 min), Diogo Paiva (58 min).
Académico Viseu: Mário, João Nunes, Gonçalo, Kiki, Melo, Raul, Vasquinho, Diogo Paiva, Rafael, Miguel Loureiro, Luiz
Treinador: João Figueira e Zé Henrique.

Os infantis academistas deslocavam-se a Vouzela para defrontar a equipa local.
Os academistas entraram pressionantes e logo no primeiro minuto viriam a conseguir o golo com Rafael a ser o autor do mesmo.
A vantagem da equipa forasteira viria a ser ampliada à passagem do minuto 14 tendo em Miguel Loureiro o autor do golo que dava uma maior tranquilidade aos academistas.
O jogo tinha um só sentido o da baliza vouzelense e aos 18 minutos é Gonçalo a também ele colocar o seu nome nos marcadores de golos da partida.
Ainda no mesmo minuto Rafael bisa na partida dando um maior colorido à sua boa exibição.
Ainda antes do intervalo mais dois golos viriam a surgir primeiro por Kiki e depois Vasquinho que ampliam a vantagem da sua equipa permitindo um regresso tranquilo aos balneários.
A segunda parte começou tal como a primeira, ou seja, com um golo dos academistas onde desta vez Raul após boa jogada faz o remate triunfal.
Aos 35 e 38 mimutos é a vez de Melo também ele mostrar-se nos golos e em dois momentos consegue bisar na partida.
Após este golo os academistas apesar de muitas ocasiões criadas não conseguem o golo e só aos 53 minutos veriam Rafael a festejar novamente.
Seria o abrir de novo período de muitos golos pois logo no minuto seguinte o melhor jogador em campo Rafael faz novo golo.
Até ao apito final primeiro João Nunes e depois Diogo Paiva conseguem o golo e desta forma ampliar a vantagem dos academistas permitindo a estes uma vitória robusta.

Out: fragilidades vouzelenses. Sempre que pressionados os locais foram acumulando erros que foram sendo aroveitados pelos academistas. A nível ofensivo pouco apareceram não criando trabalho para Mário.
In: veia goleadora academista. Os academistas mais uma vez mostraram a capacidade para marcar e sobretudo para criar muitas ocasiões de golo que assim lhe permitem continuar com a sua veia goleadora na prova.
Melhor em campo: Rafael. Realizou uma exibição de grande nível tanto em termos individuais, onde conseguiu 4 golos, e essencialmente a nível colectivo, onde trabalhando para a equipa conseguiu muitas recuperações de bola e assistẽncias para os seus colegas também eles marcarem. Uma grande exibição que decerto será para recordar e repetir.

NOTA: Gostaria de pedir a quem assistiu a esta partida e me possa enviar informações sobre o mesmo que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. O meu OBRIGADO!

Outros resultados:
Quintela Orgens - Dínamo Estação 3:4
Viseu Benfica - Repesenses 0:6
Lusitano Vildemoinhos - Penalva Castelo 8:0
Santo André - Viseu 2001 1:8
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Repesenses1614021521042
Académico Viseu1514011352042
Dínamo Estação161213633037
Lusitano Vildemoinhos16824633232
Viseu 200116817535025
Viseu Benfica15438265715
Penalva Castelo164111288913
Quintela Orgens163310246512
Vouzelenses163310208612
Santo André160016101350

07 fevereiro 2015

Juniores confirmam presença na fase final com goleada

video

Académico Viseu - Mortágua 4:0
Golos Académico Viseu: Rafael Silva (18 min), Benjamim (30 min), João Soares (66 min) e Formoso (79 min)
Académico Viseu: Fábio, Pedro Pereira, Carlos (Micoli, 72 min), Eduardo, Rafael Silva, Rafael Barreiros, Formoso, João Soares, Rafael Marques, Benjamim (Bruno, 80 min), Rodrigo (Vasco, 72 min).
Suplente não utilizado: Mendes.
Treinador: Lage.
Mortágua: Marco, Diogo Pereira (Rafael Silva, 79 min), Bruno, Flávio, Diogo Afonso (Elton, 87 min), Alex, Jota (Juary, 52 min), Luis Matos, Luis Pedro, Daniel e Gonzalez.
Suplentes não utilizados: Joel, Cláudio e Dionísio.
Treinador: Abilio Monteiro.
Cartão amarelo:
Académico Viseu: Eduardo (71 min)
Árbitro: Luis Ramos, Auxiliares: Jorge Ramos e Fábio Loureiro.
video

Os juniores academistas defrontavam a equipa do Mortágua num jogo em que uma vitória lhes confirmava a presença na fase final da prova.
Do outro lado o Mortágua também queria esse desidrato para continuar nos lugares que dão esse acesso e com isso a partida prometia fortes emoções.
Aos 2 minutos Formoso mostra-se mais forte que a defensiva contrária falhando o melhor remate.
Aos 15 minutos Gonzalez na sequência de um livre coloca Fábio à prova. Na resposta academista rápida transição conduzida por Rafael Silva que aparece isolado e perante Marco faz o remate forte e colocado inaugurando assim o marcador.
Aos 21 minutos João Soares desmarcado por Pedro Pereira remata sem a melhor direção. Quatro minutos depois o mesmo jogador desmarca Benjamim que aparece isolado mas não consegue o golo.
Na resposta lance perigoso para o Mortágua quando Alex na zona frontal desfere um remate valendo o corte providencial da defensiva academista. Na resposta João Soares tem remate colocado obrigando Marco a defesa incompleta e na sobra a bola chega a Benjamim que tem boa leitura de jogo e faz o segundo golo da sua equipa.
video

Vantagem segura dos academistas ao intervalo face a um adversário que ia mostrando bastante desinspiração sem conseguir criar lances de perigo para a baliza de Fábio.
Aos 46 minutos Rafael Silva desmarca bem Pedro Pereira que remata para grande defesa de Marco. Trẽs minutos depois grande ocasião para os academistas quando Pedro Pereira aparece em boa posição a rematar forte sem a melhor direcção.
Aos 52 minutos remate de João Soares a colocar à prova o guarda-redes Marco.
Os academistas parecem ter o jogo controlado e aos 55 minutos Rafael Marques centra para Rodrigo aparecer a rematar para nova boa defesa de Marco.
Cinco minutos depois Pedro Pereira solicita Benjamim que remata perto da baliza da baliza da equipa forasteira.

Aos 66 minutos João Soares entra bem na área forasteira e é derrubado por Flávio. Chamado a marcar a grande penalidade João Soares remata colocado e faz o terceiro golo.
Dois minutos depois Gonzalez num livre vẽ o seu remate passar perto da barra da baliza academista.
Aos 78 minutos é a vez de Rafael Silva a rematar colocado fazendo com que Marco tenha nova boa defesa.
O quarto golo dos academistas viria a acontecer no minuto seguinte com Formoso a conseguir receber bem e com tempo rematar colocado ampliando a vantagem da sua equipa.
Aos 85 minutos Bruno remata para nova defesa de Marco que se mostrava como o melhor elemento da sua equipa.
Vitória tão de categórica como justa dos academistas que assim confirmam a sua presença na fase final da prova.
Arbitragem com um bom trabalho que deixou o jogo desenrolar sem grandes paragens e com isso beneficiou o espectáculo.
video

Out: desinspiração forasteira. O Mortágua esteve desinspirada nesta partida, sem criar grandes ocasiões de golo e sai da mesma vergada com uma derrota pesada. Aquela que é a defesa menos batida da prova sofreu neste golo quatro golos e ainda viu em Marco o seu melhor elemento.
In: exibição academista. Os academistas foram assumindo a partida e com a obtenção do golo isso catapultou-os para uma exibição segura e dominadora tanto defensivamente como ofensivamente. Desta forma obtém uma vitória que lhe assegura desde já a presença na fase final da prova.

Outros resultados:
Canas Senhorim - Mangualde 1:2
Penalva Castelo - Cabanas Viriato 4:0
Molelos - Viseu Benfica 1:2
Lusitano Vildemoinhos - Viseu 2001 5:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Académico Viseu181422722244
Molelos171133522136
Mortágua171043341334
Lusitano Vildemoinhos171115621634
Viseu Benfica171025432132
Penalva Castelo17926382429
Ranhados17647222822
Canas Senhorim185310204318
Mangualde175111264016
Viseu 200117221318518
Cabanas Viriato18001881160