27 dezembro 2015

Infantis sub12 derrotados na secretaria

Os infantis sub12 academistas viram ser-lhes retirados 3 pontos conquistados por utilização indevida de jogadores no jogo com o Repesenses.
Recorda-se que os academistas tinham conseguido uma vitória expressiva de 9-1, contudo viram-se castigados e assim baixam ao último posto da tabela classificativa. 
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
CFT Viseu880074824
Lusitano Vildemoinhos8611451419
Viseu Benfica8602371418
Dínamo Estação8413252013
Viseu 20018314253510
Penalva Castelo811618344
Repesenses81074723
Académico Viseu802612432

Benjamins sub10 perdem derby viseense

Académico - Viseu Benfica 2:4

Mais um derby regional, desta feita no escalão de sub.10. No jogo da primeira volta, saiu vencedora a equipa do Viseu Benfica por uma margem avassaladora, tendo vencido a equipa Academista por 9-2.
O jogo iniciou com grande equilíbrio, com poucas ocasiões de golo, algo anormal para o escalão em questão. No entanto, seria a equipa do Viseu Benfica perto dos 15 minutos iniciais a inaugurar o marcador, com um golo fora da área, sem possibilidades para o guarda-redes (Denis) poder evitar o primeiro para os encarnados.
A equipa academista sofreu logo de seguida o segundo golo, com desconcentrações defensivas evidentes. No entanto, a equipa conseguiu equilibrar a partida, e antes de fechar a primeira parte, Guilherme consegue empatar, num entendimento perfeito, conseguindo combinar com o avançado Marco e fazer um golo com um remate tenso e colocado ao poste direito.
Na segunda parte, os pequenos jogadores do Viseu Benfica, entraram mais pressionantes e agressivos. Conseguindo aumentar a vantagem para 3-1, e criar várias oportunidades de golo, onde o guarda-redes Denis teve em grande destaque conseguindo manter a diferença de apenas 2 golos.
Guilherme, novamente ele, consegue reduzir a desvantagem para 3-2 e realçar a esperança academista na tentativa de alcançar o empate.
Perto do fim, a equipa do Viseu Benfica, consegue o golo tranquilidade, estabelecendo o resultado final em 4-2.


Outros resultados:
Viseu Benfica - Santo André 8:1
Repesenses - Dínamo Estãção 6:0
Mangualde - Vila Chã Sá 2:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Repesenses990071627
Viseu Benfica9801511224
Viseu 20019702551521
Mangualde9414172813
Académico Viseu9405393712
Dínamo Estação9315222810
Santo André922519318
Vila Chã Sá910811423
Lusitano Vildemoinhos80083880

22 dezembro 2015

"Contra tudo e todos juntos venceremos" é o lema destes guerreiros em nova vitória academista


Gouveia - Académico Viseu 2:4
Académico Viseu: Tiago Palhares, Tiago F., Pedro Santos, Rodrigo, Caramelo, Bié (Carlos, 80 min), Rafael Barreiros, Diogo Ribeiro (Miguel, 75 min), Rafa, Gonçalo, João Lage (Lopes, 90+3).
Suplentes não utilizados: Benjamim, Leo, Ângelo e Simão.
Treinador: Lage e Tiago Silva.

Os juniores academistas deslocavam-se a Gouveia procurando o regresso às vitórias e assim dar mais um passo na luta pelos lugares mais cimeiros desta tabela classificativa.
A história deste jogo teve um primeiro capitulo ainda no jogo passado quando os academistas viram diversos jogadores impossibilitados de jogarem esta partida face às suas expulsões.
A equipa do Académico entrou com vontade e confiança em obter um resultado positivo e num canto ofensivo, colocado ao segundo poste, nasce o primeiro pelo central Tiago Francisco.
Ainda a fechar a primeira parte após um ressalto de bola, Lage falha o segundo golo, que poderia tranquilizar a equipa para o intervalo.


Na segunda parte, o Académico, conseguiu através de bolas paradas fazer mais 3 golos que deram alguma ilusão de facilidade e que levou os academistas a levantarem um pouco o pé.

Isso deu azo a que a equipa local conseguisse assumir o jogo e com dois golos repentinos fazer tremer um pouco os academistas.
Com mais bola, mais circulação, mais querer e ambição estes guerreiros academistas levaram o final do jogo com muita alma e segurar uma vitória preciosa por números que não deixam dúvidas da justiça da mesma.


A resposta dá-se com empenho e muito querer no local onde tudo de decide: o relvado!

NOTA: Gostaria de pedir ajuda na elaboração da noticia. Desta forma queria pedir ajuda e assim quem assistiu ao jogo, pedia que me mandasse informações sobre o mesmo para jorge.miguel.sa@gmail.com. Obrigado desde já!
Outros resultados:
Marinhense - D. Castelo Branco 6:1
Anadia - Naval 3:3
Beira Mar - Estação 1:2
SL Marinha - Vigor Mocidade 2:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Naval151221461738
Académico Viseu151023281432
Marinhense15843331828
Vigor Mocidade15654272323
Anadia15546232719
Beira Mar15546192519
Estação15357223017
SL Marinha15348192513
Gouveia15247183510
D.Castelo Branco15141018297

20 dezembro 2015

Iniciados empatam em derby aguerrido

Lusitano Vildemoinhos - Académico Viseu 1:1

Este era o jogo que colocava o ponto final na primeira volta da série Centro do escalão de Iniciados.
Os academistas defrontavam a equipa do Lusitano de Vildemoinhos sabendo que uma vitória lhes permitia aproximar-se dos seus oponentes.

NOTA: Gostaria de pedir ajuda na elaboração da noticia. Desta forma queria pedir ajuda e assim quem assistiu ao jogo, pedia que me mandasse informações sobre o mesmo para jorge.miguel.sa@gmail.com. Obrigado desde já!


Outros resultados:
Repesenses - Viseu Benfica 1:5
Sátão - Viriatos :
Penalva Castelo - Oliveira Frades 1:5
Vouzelenses - Viseu 2001 0:5
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Viseu Benfica1082047526
Lusitano Vildemoinhos1072130423
Oliveira Frades10721321123
Académico Viseu1062222720
Viseu 200110604281618
Repesenses 1031671410
Viseu United102359159
Viriatos93066229
Penalva Castelo 102177327
Vouzelenses102087456
Sátão911710354

Um "Máximo" que tornou o futebol minimo

Académico Viseu - Marinhense 1:2

Os juniores academistas tinham mais um confronto desta vez com um adversário directo na luta pelos lugares mais cimeiros da tabela classificativa, no caso o Marinhense.
Foi um jogo dividido onde os academistas se viriam a colocar em vantagem aos 55 minutos num lance de autogolo após toque de João Lage.
Com o passar do tempo o trabalho de outra equipa, a da arbitragem, foi-se notando e tornou este dia algo infeliz para o futebol. Com 4 expulsões os academistas não conseguiram preservar a sua vantagem e desta forma o Marinhense consegue encurtar a desvantagem para os viseeenses.

NOTA: Gostaria de pedir ajuda na elaboração da noticia. Desta forma queria pedir ajuda e assim quem assistiu ao jogo, pedia que me mandasse informações sobre o mesmo para jorge.miguel.sa@gmail.com. Obrigado desde já!

Outros resultados:
D. Castelo Branco - Anadia 2:3
Naval - Beira Mar 2:1
Estação - SL Marinha 1:1
Vigor Mocidade - Gouveia 1:1
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Naval141211431437
Académico Viseu14923241229
Marinhense14743271725
Vigor Mocidade15654272323
Beira Mar14545182319
Anadia14536202418
Estação143 56202914
SL Marinha15348192513
Gouveia14246163110
D.Castelo Branco1414917237

13 dezembro 2015

Vitória lusitana em derby bem disputado


Lusitano Vildemoinhos - Académico Viseu 3:0
Golos Lusitano Vildemoinhos: Correia (13 min), Rodolfo (41 min), Rodrigo Fajardo (51 min)
Lusitano Vildemoinhos: Pedro, Miguel, Correia, Rodolfo, Roque, Vasco, Tomás, Miguel Pessoa, Fajardo, Gui e Couto.
Treinador: Mário Santos.
Académico Viseu: Rafael Correia, Edgar Cruz, Jéssica, Carlos Rodrigues, Bernardo, Afonso, Miguel Miragaia, Francisco, Martim, Nuno Cruz, Filipe e Gustavo.
Treinador: Fábio Mendes e David.

Os infantis academistas defrontam o lider da sua série, no caso o Lusitano Vildemoinhos. Com isto o jogo é de elevado grau de dificuldade visto a equipa trambela ainda não conhecer o amargo travo da derrota.
Primeiro remate da partida cabe a Rodrigo Fajardo que passe um pouco ao lado da baliza academista.
Aos 4 minutos após lançamento lateral a bola chega a Vasco que remata de pronto à base do poste da baliza academista. Quatro minutos depois livre para Rafael Correia rematar para defesa fácil de Couto.
Partida bastante equilibrada.
Aos 12 minutos grande remate de Tomás à barra da baliza academista e na sobra é Vasco a rematar para boa defesa de Rafael Correia.

O golo viria a acontecer aos 13 minutos com Correia a aparecer com alguma liberdade e perante Rafael Correia faz o remate de nada valendo a defesa do guarda-redes academista.
No minuto seguinte remate de Rodrigo Fajardo primeiro e depois Rodolfo obrigam Rafael Correia a duas boas defesas consecutivas.
Mais posse de bola da equipa trambela e aos 18 minutos Rodrigo Fajardo em boa posição remata forte mas sem a melhor direcção.
Dois minutos depois livre marcado de forma rápida por Bernardo a criar perigo mas Afonso chega atrasado.
Aos 21 minutos novo remate forte de Tomás a beijar a barra academista de novo.
Dois minutos depois Carlos Rodrigues remata de longe obrigando Couto a boa defesa.
Aos 27 minutos Rodrigo Fajardo desmarca Miguel Pessoa que remata sem a melhor direcção.
Dois minutos depois Nuno desmarca Carlos Rodrigues que na passada remata bem para defesa de Couto.
Chega-se ao intervalo com uma vitória parcial do Lusitano Vildemoinhos.
A equipa local entra na segunda parte a procurar novo golo e aos 33 minutos remate forte de Rodrigo Fajardo que passa perto da baliza academista.
Na resposta livre de Bernardo que ainda passa perto da baliza trambela.
Aos 37 minutos boa jogada de Rodrigo Fajardo para Rodolfo em boa posição não conseguir o melhor remate.
Aos 40 minutos centra da melhor forma para Rodolfo aparecer a cabecear respondendo da melhor forma ao cruzamento de Tomás. No minuto seguinte é Tomás a rematar perto da baliza academista.
Aos 46 minutos primeiro Carlos Rodrigues e depois Martim rematam com perigo para a baliza local.
Na resposta Tomás centra da melhor forma para Rodrigo Fajardo desferir um bom remate que passa perto da baliza agora defendida por Gustavo.
O resultado final viria a ser carimbado à passagem do minuto 51 num remate indefensável de Rodrigo Fajardo de nada valendo o voo de Gustavo. Estava feito o terceiro golo lusitano.
Aos 53 minutos novamente Rodrigo Fajardo a rematar de forma cruzada mas Gustavo responde com boa defesa.
Dois minutos depois Gui desmarca Rodolfo que remata forte mas vê a bola embater com estrondo na barra da baliza academista.
Vitória que se ajusta do Lusitano de Vildemoinhos frente aos infantis academista que tudo fizeram para dificultar esta missão onde só faltou um golo que se ajustava também a sua entrega e querer.
Arbitragem tranquila.
Classificação:
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Lusitano Vildemoinhos10910581828
Dínamo Estação10811421825
Pinguinzinhos10703401521
Sátão10703322621
Viriatos10613392619
Viseu 200110604392918
Viseu Benfica 10316242510
Académico Viseu1030731339
Penalva Castelo1011821444
Oliveira Frades1011820514
Vouzelenses101098693

12 dezembro 2015

Juniores vencem extramuros e aproximam-se da segunda fase de subida


Anadia - Académico Viseu 1:2
Golos Académico Viseu: Bié (25 min) e João Lage.
Académico Viseu: Elísio, Tigas, Tiago Lopes, Rodrigo, Tiago Francisco (Carlos, 85 min), Kiko, Bié (Caramelo, 63 min), Rafael Barreiros, Gonçalo (Pedro Santos, 80 min), João Lage e Rafinha.
Suplentes não utilizados: Tiago Marques, Diogo Ribeiro.
Treinador: Rui Lage e Tiago Silva.

Os juniores academistas tinham uma deslocação sempre complicada a Anadia para defrontar a equipa local.
Os academistas procuravam a sua quinta vitória consecutiva na prova e assim dar mais um passo na obtenção do seu principal objectivo que é a manutenção.
A partida começou de forma muito intensa com a procura de ambas as equipas de assumir o jogo.
A equipa academista entrou a pressionar muito alto e conseguiu recuperar muits lances no meio campo ofensivo local onde Rafinha sempre bastante interventivo levava o perigo.
Premiando uma melhor entrada na partida os academistas viriam a conseguir adiantar-se no marcador aos 25 minutos, num canto onde após um primeiro desvio no primeiro poste, aparece Bié a encostar para o golo.
A partir da meia hora de jogo, a equipa academista parece que se eclipsou da partida e com isso a Anadia começou também ela a criar lances de perigo fruto de algumas desatenções defensivas. Sem ter a melhor leitura das trajectórias da bola coube a Elísio com um punhado de boas intervenções a conservar a sua baliza inviolável até aos 45 minutos. Contudo já no primeiro minuto dos descontos o empate viria a acontecer num lance também de bola parada e assim dar uma maior justiça ao intervalo no marcador.

Este golo castigava a passividade e agressividade academista que entrando bem na partida foi saindo do jogo.
O empate ao intervalo não agradava a nenhuma das equipas e desta forma ambas entraram na procura do golo.
A equipa academista parecia assumir outra postura mais dinâmica e pressionante mas coube à equipa do Anadia as melhores oportunidades para marcar mas onde Elísio mostrou sempre a atenção necessária a negar os intentos aos locais.
Com a sorte do jogo reservada para si, os academistas viriam a conseguir novo golo quando após canto de Tigas a bola chega a Kiko que remata em jeito para defesa do guarda-redes local mas a deixar a bola ainda "viva" e João Lage com instinto de matador rematar de forma irrepreensível para o segundo golo academista.
Após este golo ambas as equipas procuraram novo golo mas sem conseguir levar a melhor aos guarda-redes contrários e assim os viseenses conquistariam uma vitória preciosa.
Com o 5ª vitória consecutiva os academistas continuam a atravessar um bom momento e com isso assumem a vice-liderança e estar mais perto do objectivo traçado.

Outros resultados:
Gouveia - Marinhense 1:3
Beira Mar - D. Castelo Branco 2:1
SL Marinha - Naval 2:4
Vigor Mocidade - Estação 2:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Naval131111411334
Académico Viseu13922231029
Marinhense13643251622
Vigor Mocidade14644262222
Beira Mar13544172119
Anadia13336172215
Estação133 46192813
SL Marinha14338182412
Gouveia1323615309
D.Castelo Branco1314815207

Benfiquistas goleiam infantis academistas


Académico Viseu - CFT Viseu 1:10
Golo Académico Viseu: Rodrigo Gaspar (33 min)
Golos CFT Viseu: Tiago Freitas (7, 14, 34 min), Hugo Félix (13, 29, 32, 39, 42 min), Guilherme Cardoso (36 min), Lucas Pinto (41 min)
Académico Viseu: Gustavo, Pedro, Miguel Sousa, Gonçalo, Rodrigo Gaspar, Tiago Figueiredo, Rodrigo Coelho, Rodrigo Videira.
CFT Viseu: Bernardo Santos, Gonçalo Figueiredo, Tomás Alves, João Muniz, Pedro Correia, Tiago Freitas, Leandro Amaral, Guilherme Cardoso, Guilherme Santos, Hugo Félix, Lucas Pinto e Rodrigo Oliveira.
Árbitro: Miguel Vieira e Luis Silva.

Os infantis sub12 academistas defrontam o líder da prova num jogo que se antevê de elevado grau de dificuldade.
Primeiro lance de perigo surge num livre indirecto no interior da área benfiquista a castigar atraso para Bernardo Santos. O remate cabe a Miguel Sousa que contudo não consegue levar a melhor à densa barreira benfiquista.
Aos 5 minutos canto marcado por João Muniz para Guilherme Santos ao segundo poste não cabecear da melhor forma. Dois minutos depois Hugo Félix solicita bem Tiago Freitas que com bastantes liberdades faz um bom remate inaugurando o marcador.
Aos 10 minutos remate de Guilherme Santos para defesa fácil de Gustavo. No minuto seguinte João Muniz desmarca Guilherme Santos que em boa posição prefere desmarcar Hugo Félix que remata fraco.
Aos 12 minutos Rodrigo Videira tem um corte providencial a evitar o golo benfiquista. No minuto seguinte Hugo Félix bem embalado consegue aparecer em boa posição e fazer o golo.
No minuto seguinte é a vez de Hugo Félix solicitar da melhor forma Tiago Freitas que remata colocado de nada valendo o voo de Gustavo.

Hugo centra para Guilherme Santos solicitar João Muniz que remata para grande defesa de Gustavo.
Após um período inicial de mais posse de bola dos academista o domínio agora é dos benfiquistas.
Aos 23 minutos rápida transição com Lucas Pinto a desmarcar Hugo Félix que remata de forma pronta mas sem a melhor direcção. Dois minutos depois João Muniz quase que surpreende Gustavo a marcar o canto de forma directa.
Aos 26 minutos Lucas Pinto remata para defesa atenta de Gustavo. No minuto seguinte jogada de insistência de João Muniz a ganhar o lance a dois defesas academistas e remata perto da baliza local.
No último minuto da primeira parte, João Félix tem uma boa jogada individual e remata para defesa de Gustavo mas a bola acaba por se dirigir para a baliza academista resultando no quarto golo da equipa do CFT Viseu.
Vitória benfiquista ao intervalo que se ajusta onde sempre que acelerou conseguiu criar lances de perigo para a baliza academista.

A segunda parte começa com novo golo benfiquista numa bonita jogada de entendimento entre Tiago Freitas e Hugo Félix com este último a surgir isolado e fazer o golo de forma fácil. Na resposta livre de Rodrigo Videira com Bernardo Santos a ser algo infeliz na defesa e na sobra Rodrigo Gaspar faz o golo academista.
Aos 34 minutos grande momento de inspiração de Tiago Freitas que resulta num bom golo.
No minuto seguinte novo golo benfiquista desta vez tendo em Guilherme Cardoso o autor do mesmo em bom momento da equipa benfiquista.
Aos 38 minutos bom cruzamento de Tiago Freitas para Hugo Félix fazer novo golo.
O nono golo benfiquista viria a surgir à passagem do minuto 41 com Hugo Félix a desmarcar Lucas Pinto que desfere um remate forte resultando no golo.

No minuto seguinte Hugo Félix tem boa jogada individual libertando-se da defensiva academista e desta forma rematar para o décimo golo benfiquista.
Aos 44 minutos livre de Rodrigo Videira forte um pouco por alto. Na resposta cruzamento de Hugo Félix para Tiago Freitas cabecear muito perto da baliza de Gustavo.
Aos 50 minutos Guilherme Cardoso tem um bom remate para defesa de Gustavo. Dois minutos depois livre de Hugo Félix que ainda embate com estrondo na barra da baliza academista.
Aos 54 minutos Lucas Pinto em boa posição remata forte perto da baliza academista.
No minuto seguinte grande ocasião para os benfiquistas onde Guilherme Santos isolado não tem o melhor remate desperdiçando assim o golo quase que cantado.
Chega-se ao final da partida com uma vitória robusta dos benfiquistas.



Coesão repesense e desinspiração academista no remate dita derrota academista


Académico Viseu - Repesenses 0:1
Golo Repesenses: Teixeira (70+ 5 min)
Académico Viseu: Zé, Coelho, Quintais, Polónio, Kiki, Tó, Costinha, Vasco, André, Leo e Francisco (Rúben, 45 min).
Suplentes não utilizados: Toni, Gabi,  Gonçalo, Miguel, Leonardo e João Teixeira.
Treinador: Carlos Santos.
Repesenses: Tiago, Nuno, André, Filipe, Dinis (Duarte, 67 min), Mimi, Yuri ( Simões, 67 min) Rodrigo, Bernardo (Rianço, 45 min), Xico (Tiago Marques, 45 min) e Modesto (Teixeira, intervalo).
Suplentes não utilizados: João, João Lopes.
Treinador: José Lopes.
Cartão amarelo:
Académico Viseu: Leo (54 min e final da partida), Tó (70+6 min)
Repesenses: Teixeira (70, 70+ 6 min)
Cartão vermelho:
Académico Viseu: Leo (54 min e final da partida)
Repesenses: Teixeira (70, 70+ 6 min)

Os iniciados academistas defrontam a equipa repesense procurando mais uma vitória. Inicio com mais posse de bola dos locais mas sem conseguir criar ainda perigo para a baliza contrária.
Os academistas estão a conseguir ter lances de bola parada sem tirar ainda o melhor aproveitamento dos mesmos.
Aos 18 minutos remate forte de Leo mas sem a melhor direcção.
Muita posse de bola dos locais mas sem a melhor qualidade e desta forma o jogo está a ser realizado a um ritmo muito lento e sem ocasiões de golo para as balizas.
Aos 26 minutos bom arranque de André Amaral com Tiago a mostrar a atenção devida e fazer boa defesa. No minuto seguinte é Leo a centrar para novamente André aparecer a cabecear fraco.
Aos 30 minutos canto de Leo para Vasco cabecear para defesa apertada. Três minutos depois Tó aparece em boa posição mas permite a defesa de Tiago antecipando-se ao remate academista.
Chega-se ao intervalo da partida com um nulo num jogo sem muita velocidade.

A melhor ocasião de golo surge no primeiro minuto da segunda parte com André Amaral a rematar a base do poste da baliza repesense.
Na resposta Teixeira remata fraco para defesa fácil de Zé.
Aos 42 minutos  bom cruzamento de Francisco para boa defesa de Tiago. No minuto seguinte remate de Coelho para defesa do guarda-redes repesense.
O Académico aperta e empurra a equipa azul para terrenos muito atrasados.
Corte providencial de Nuno a evitar o golo do defesa academista no seguimento de um canto.
O tempo começa a escassear para os academistas e sem conseguirem o golo estão a dar ânimo aos jogadores repesenses para também procurarem o golo.
Aos 60 minutos remate de muito longe de André para defesa fácil de Zé. No minuto seguinte Tiago Marques remata muito perto da baliza academista dando mesmo a sensação de golo.
Na resposta Leo em jogada de contra-ataque remata valendo a atenção do defesa repesense.
Aos 67 minutos André faz o corte providencial que evita o golo academista.
Muita precipitação na altura do remate para o golo está a toldar as manobras dos academistas.
Aos 73 minutos livre para André rematar forte mas sem a melhor direcção.
No quinto minuto de descontos jogada rápida de contra-ataque bem conduzida por Teixeira que consegue ser bastante lúcido e perante a baliza vazia fazer o golo.
Num jogo com muita posse de bola dos academistas estes acabaram por dever a si mesmo um resultado melhor pois o discernimento na altura do golo não foi o melhor e desta forma foram alentando os repesenses que no minuto final consegue o golo e assim uma vitória algo surpreendente.
Out:  nervosismo academista. Os academistas tiveram uma enorme percentagem de posse de bola mas a sua eficácia e clarividência não foi a melhor. Com isso na altura do remate final viram ser vencidos pela defensiva contrária e assim o nervosismo foi-se intensificando até ao apito final.
In: coesão defensiva repesense. O Repesenses sempre pareceu ter a lição bem estudada e foi conseguindo colocar muitas dificuldades à manobra dos academistas. Manietando a velocidade academista com uma enorme coesão defensiva e depois nos últimos minutos conseguir partir na procura de outro resultado foram a chave para um resultado final positivo.
Melhor em campo: Tiago. O jovem guarda-redes repesense esteve em bom nível e foi um dos muros que travou todas as investidas academistas. Mostrando uma enorme frieza e segurança Tiago representa da melhor forma a coesão defensiva repesense que permitiu à equipa forasteira um bom resultado.

Outros resultados:
Viseu 2001 - Sátão 4:1
Oliveira Frades - Lusitano Vildemoinhos 3:2
Viseu Benfica - Vouzelenses 14:0
Viriatos - Viseu United 0:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Viseu Benfica972042423
Lusitano Vildemoinhos971129322
Oliveira Frades9621271020
Académico Viseu961221619
Viseu 20019504231515
Repesenses 93156910
Viseu United102359159
Viriatos93066229
Penalva Castelo 92166277
Vouzelenses92077406
Sátão911710354

08 dezembro 2015

Iniciados goleiam e aproximam-se da liderança

Vouzelenses - Académico Viseu 0:7

Os iniciados academistas a atravessar uma fase bastante positiva deslocava-se a Vouzela para defrontar a equipa local na procura da sua 5ª vitória consecutiva.
Mostrando o seu bom futebol os academistas foram conseguindo materializar o seu ascendente com golos.
O resultado final é justo e premeia a boa exibição viseense.

NOTA: Gostaria de pedir ajuda na elaboração da noticia. Desta forma queria pedir ajuda e assim quem assistiu ao jogo, pedia que me mandasse informações sobre o mesmo para jorge.miguel.sa@gmail.com. Obrigado desde já!

Outros resultados:
Viseu United - Viseu 2001 1:3
Sátão - Viseu Benfica 0:7
Repesenses - Oliveira Frades 1:1
Lusitano Vildemoinhos - Penalva Castelo 3:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Lusitano Vildemoinhos871027022
Viseu Benfica862028420
Académico Viseu861121519
Oliveira Frades852124817
Viseu 20018404191412
Viriatos83056209
Penalva Castelo 92166277
Repesenses 8215597
Vouzelenses82067266
Viseu United91357156
Sátão81169314

Juniores vencem e confirmam bom momento na prova

Académico Viseu - Beira Mar 2:0
Golos Académico Viseu: Gonçalo (28 e 88 min)
Académico Viseu: Elísio; Tiago Lopes, Rodrigo, Tigas e Rafael Barreiros, Gonçalo, João Lage, Rafa Santos (Pedro Santos, 89 min), Kiko (Carlos Santos, 80 min), Tiago Francisco e Bié (Diogo, 66 min).
Suplentes não utilizados: Tiago Marques
Treinador: Rui Lage
Beira Mar: Henrique; Sequeira, João Gonçalo, André Gonçalves e Miguel Anjos (Joel, 62 min); Rui Ladeiro, Rafa (Dú, 75 min) e Marcelo (Amaral, 45 min); Fábio, Miguel Gomes e Goulart.
Suplentes não utilizados: Alberto, Pacheco, Steve e João Duarte
Treinador: Bruno Gonçalves
Cartão amarelo para: Rafa (33 min), Goularte (38 min), Miguel Gomes (45 min), Joel (68 min), Elísio (73 min), Rafa Santos (77 min) e Carlos Santos (82 min).

Árbitro: Hugo Geraldes, Auxiliares: José Bicho e Hugo Amaral (AF Guarda)

O Académico deu mais um importante passo para garantir a presença na fase da luta pela subida à 1.ª Divisão Nacional de Juniores, ao vencer o Beira Mar no Campo 1.º de Maio com dois golos do 'supersónico' Gonçalo, tendo marcado um cada parte.
A entrada de ambas as equipas foi de receio mútuo, com os aveirenses a iniciarem, timidamente, as suas jogadas de ataque facilmente anuladas pela defesa academista. Mas aos sete minutos, de meia distância, Marcelo rematou forte tendo a bola esbarrado no ferro transversal da baliza de Elísio.
Os pupilos de Rui Lage reagiram e passaram a assediar, como maior velocidade, a baliza à guarda de Henrique. No entanto o equilíbrio era evidente. Mesmo assim foi notório que a inteligência dos viseenses funcionou melhor.
Dando a iniciativa ao adversário permitiu transições rápidas defesa ataque e João Lage só não marcou aos 10 e 23 minutos por mero azar.
O aviso tinha ficado e aos 27 minutos numa boa combinação entre Rafael Barreiros e Gonçalo, permitiu a este isolar-se e em velocidade e frieza bateu o desamparado Henrique.
Estava feito o mais difícil. O Beira Mar reagiu e aos 39 minutos, podia ter marcado, mas a bola saiu ao lado. Na resposta João Lage voltou a não ter sorte no forte remate que rasou o poste com o guarda-redes batido.
Mas 41 minutos os aveirenses beneficiaram de um livre indirecto junto da marca de grande penalidade, mas Fábio rematou contra a barreira colocada sobre o risco da baliza de Elísio.
Ao intervalo o resultado ajustava-se.
No reatamento os visitantes surgiram determinados a mudar o rumo. Mas até aos 70 minutos assistiu-se a um equilíbrio na movimentação.
Foi nos últimos vinte minutos que os aveirenses tudo fizeram para empatar.
Contudo, veio ao de cima o espírito de sacrifício dos donos da casa, apostando na contenção e na defesa, aliando à inteligente táctica de bola para o meio campo contrário onde João Lage e Gonçalo foram sempre um quebra cabeça para a defesa forasteira.
E foi precisamente num lance de bom entendimento entre os dois dianteiros que Gonçalo meteu a “sexta velocidade” e demonstrando enorme frieza fez o segundo e carimbou a vitória, com 88 minutos decorridos.
Já em tempo de descontos grande defesa de Elísio que evitou a violação da sua baliza.
Vitória que se ajusta e que permite aos academistas continuar com uma boa vantagem na luta pela segunda fase.

Outros resultados:
Naval - Vigor Mocidade 2:4
Marinhense - Anadia 4:1
D.Castelo Branco - SL Marinha 2:3
Estação - Gouveia 4:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Naval121011371131
Académico Viseu1282221926
Marinhense12543221519
Vigor Mocidade13544242219
Beira Mar12444152016
Anadia12335162015
Estação123 45192613
SL Marinha13337162012
Gouveia1223514279
D.Castelo Branco1214714187

29 novembro 2015

Iniciados bem despertos para goleada

video
Académico Viseu - Sátão 4:0
Golos Académico Viseu: Leandro e Gonçalo Pereira.

(Em ATUALIZAÇÂO)

Outros resultados:
Oliveira Frades - Vouzelenses :
Penalva Castelo - Repesenses 1:0
Viseu Benfica - Viseu United :
Viseu 2001 - Viriatos
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Lusitano Vildemoinhos761024019
Viseu Benfica752021417
Oliveira Frades641119713
Académico Viseu751114516
Viriatos73046179
Penalva Castelo 82156247
Viseu 2001620413136
Repesenses 7205486
Vouzelenses62047156
Viseu United81346126
Sátão71159244

28 novembro 2015

Benjamins triunfam e mantêm liderança da prova

Penalva Castelo- Académico Viseu 0:3
Golos Académico Viseu: André (5 min), Daniel (28 min), Gui Neves (49 min)
Académico Viseu: Bernardo, André, Sequeira, Tomás, António Cunha, Gui Neves, Tiago, Daniel, Carriço, João Miguel e Gabriel.
Treinador: Coelho.

Os benjamins academistas deslocavam-se a Penalva do Castelo para defrontar a equipa local.
Os academistas entraram bem e viriam a colocar-se na frente do marcador num golo de André aos 5 minutos.
Apesar das muitas ocasiões de golo criadas o marcador não viria a ser alterado até ao intervalo castigando assim a ineficácia academista.
Tal como na primeira parte os academistas entraram bem nos derradeiros 25 minutos e viriam a conseguir novo golo bastante cedo por intermédio de Daniel.
O resultado final viria a ser carimbado num golo de Gui Neves aos 49 minutos,
Vitória justa academista 

NOTA: Gostaria de pedir ajuda na elaboração da noticia. Desta forma queria pedir ajuda e assim quem assistiu ao jogo, pedia que me mandasse informações sobre o mesmo para jorge.miguel.sa@gmail.com. Obrigado desde já!

Outros resultados:
Viseu Benfica - Dínamo Estação 5:1
Lusitano Vildemoinhos - Oliveira Frades 2:2
Sátão - Nelas 10:1
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Académico Viseu6411301213
Viseu Benfica541024613
Sátão6402331812
Dínamo Estação5311271710
Oliveira Frades 522126148
Lusitano Vildemoinhos621328147
Vouzelenses520317166
Penalva Castelo50055380
Nelas B50054590

Juniores vencem extamuros e continuam nos lugares cimeiros

SL Marinha - Académico Viseu 1:2
Golos Académico Viseu: Rafa Santos (42 e 86 min).

Os juniores academistas deslocavam-se à Marinha Grande para defrontar a equipa do SL Marinha, procurando uma nova vitória que lhes permitisse continuar nos lugares mais cimeiros da tabela classificativa.
Os academistas viriam a conseguir o golo a poucos minutos do intervalo num golo de Rafa Santos.
Chegava-se assim ao final da primeira parte com os academistas na frente do marcador.
Na segunda parte assistiu-se a uma reação da equipa local que viria a conseguir alcançar o empate.
Tal como na primeira parte os academistas viriam a conseguir dar a machadada final no resultado aos 86 minutos em novo golo de Rafa Santos que assim permite que o Académico de Viseu alcance uma vitória preciosa.

NOTA: Gostaria de pedir ajuda na elaboração da noticia. Desta forma queria pedir ajuda e assim quem assistiu ao jogo, pedia que me mandasse informações sobre o mesmo para jorge.miguel.sa@gmail.com. Obrigado desde já!

Outros resultados:
Gouveia - Anadia 1:2
Beira Mar - Marinhense 2:1
Vigor Mocidade - D. Castelo Branco 3:1
Estação - Naval 1:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Naval11101035731
Académico Viseu1172219923
Marinhense11443181416
Vigor Mocidade12444202016
Beira Mar11443151816
Anadia11334151615
Estação112 45152610
SL Marinha1223713289
Gouveia1123414239
D.Castelo Branco1114612157

Dinamistas dão cambalhota e vencem derby citadino


Académico Viseu - Dínamo Estação 2:5
Golo Académico Viseu: Rodrigo Coelho (15 min), Gonçalo Carvalho (50 min)
Golo Dínamo Estação: Rodolfo (31, 41 min), Martim Leal (40 min), David Marques (54 min), Daniel Lopes (58 min)
Académico Viseu: Gustavo, Rodrigo Gaspar, José Mendes, Bernardo Passos, Rodrigo Coelho, Tiago Figueiredo, Gonçalo Sousa, Rodrigo Videira, Gonçalo Carvalho, Pedro Fernandes e Miguel Sousa.
Treinador: Rúben Sarmento.
Dínamo Estação: António Rodrigues, João Figueiredo, Mateus Esteves, Daniel Lopes, Lucas Aparicio, Rodolfo Costa, Mateus Vasconcelos, Miguel Madeira, David Marques, Alexandre Cunha, Martim Leal e Rúben Paiva.
Treinador: Marito.
Árbitro: Flávio Melo.

Os infantis sub12 academistas defrontam a equipa do Dínamo Estação.
Ao segundo minuto Miguel Madeira sobe bem na sua ala e remata colocado vendo o mesmo ser devolvido pelo poste da baliza academista.
Aos 5 minutos Mateus Vasconcelos em boa posição remata perto da baliza contrário.
Domínio inicial da equipa dinamista com muita posse de bola mas ainda sem conseguir.
Contra a corrente de jogo os academistas viriam a conseguir o golo quando num cruzamento de Pedro Fernandes a solicitar Rodrigo Coelho que faz o remate que vence a oposiçãomde António Rodrigues.
Aos 16 minutos cruzamento de Miguel Madeira para Rodolfo fazer um remate enrolado. Três minutos a seguir MIguel Madeira remata forte à barra da baliza academista.
Aos 28 minutos Miguel Madeira remata bem para defesa atenta de Gustavo. Na resposta Gonçalo Sousa não consegue o golo quando aparece perante Alexandre Cunha isolado.

Chega-se ao intervalo com uma vitória parcial dos academistas fruto de uma enorme eficácia que numa das poucas investidas à baliza dinamista conseguiu o golo que lhe dá esta vantagem.
No minuto inaugural da segunda parte Rodolfo aparece bem a rematar cruzado fazendo o golo que se ajusta.
Aos 36 minutos Rodolfo solicita João Figueiredo que remata forte mas sem a melhor direcção.
A cambalhota no marcador viria a acontecer à passagem do minuto 40 quando Rodolfo desmarca Martim Leal que de primeira desfere um bom remate para um momento mágico de golo.
No minuto seguinte boa jogada de Rodolfo que entra bem na área academista e remata de nada valendo a tentativa de corte de Miguel Sousa.
Aos 46 minutos boa jogada da equipa dinamista com Martim a rematar forte. Na resposta Lucas Aparício na tentativa de corte quase que surpreende o seu guarda-redes.
Quatro minutos depois pontapé longo de Gustavo para o interior da área dinamista e Gonçalo Carvalho antecipa-se a António Rodrigues cabeceando para o segundo golo academista.
Na resposta Lucas aparece a cabecear valendo o corte providencial da defesa academista.
Aos 54 minutos canto directo de David Marques de nada valendo a tentativa de defesa de Gustavo, fazendo assim o golo que dá uma maior tranquilidade à equipa dinamista. No minuto seguinte Miguel Madeira remata forte e ve ainda o mesmo embater no poste da baliza academista.
Aos 58 minutos novo golo viria a surgir quando Daniel Lopes com alguma liberdade consegue o remate fazendo novo golo carimbando o resultado final.
Vitória que acaba por se ajustar.
Out: debilidades academistas. Os academistas na segunda parte mostraram bastantes lacunas sobretudo na sua defensiva que toldou a sua manobra e permitiu à equipa contrária dar a cambalhota no marcador e assim alcançar uma vitória.
In: segunda parte de qualidade. A segunda parte ao contrário da primeira foi jogada a um ritmo bem mais alto e sobretudo melhor jogado. Com bastantes jogadas de bom nível a qualidade global da partida subiu exponencialmente cativando o muito publico que assistia à mesma.
Melhor em campo: Rodolfo. Foi um verdadeiro quebra-cabeças, este jogador dinamista. Conseguindo conciliar a técnica com a velocidade criou muitas dificuldades à defensiva academista e sobretudo na segunda parte dinamitou a resistência academista com a obtenção de dois golos


Outros resultados:
Académico Viseu - Dínamo Estação 2:5
Viseu Benfica - Repesenses :
Lusitano Vildemoinhos - Viseu 2001 :
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
CFT Viseu660056618
Dínamo Estação641124813
Lusitano Vildemoinhos5311181110
Viseu Benfica530216139
Viseu 2001520311256
Penalva Castelo611417264
Académico Viseu611417284
Repesenses50051430