28 fevereiro 2014

Nada é impossível

Por mais que a missão seja complicada, cabe a nós escrever a nossa história.
Sei que juntos vamos conseguir VENCER e alcançar o NOSSO OBJECTIVO!

Mau não é perder mas sim não ousar a vencer..
Por isso com luta vamos escrever a nossa história e tornar TUDO POSSÍVEL!
Força amigos! 

25 fevereiro 2014

Juvenis perdem na Figueira da Foz

Naval - Académico Viseu 2:1
Golos Naval: Pedro Afonso (17 min), Flávio (73 min)
Golo Académico Viseu: Benjamim (35 min)
Naval: Paulo, Zé Pedro, Toca, Gustavo, Pedro Afonso, André Pina, Loic, Soqueiro, Moacir (David, 73 min), Flávio e Alexis (Xupeta, 62 min)
Suplentes não utilizados: Leandro, João Filipe e Fábio.
Treinador: Fernando Mira.
Académico Viseu: Elísio, Renato, Carlos, Pedro Santos, Tigas, Rafael Barreiros, Marcelo (Caramelo, 72 min), Benjamim, Hugo, Gonçalo (Lopes, 62 min) e Bié.
Suplentes não utilizados: Diogo, Henrique e Ricardo.
Treinador: Roger.

Os juvenis academistas deslocavam-se à Figueira da Foz para defrontar a equipa local procurando obter a primeira vitória nesta segunda fase.
Os academistas foram a equipa mais pressionante mas seriam os locais a conseguir inaugurar o marcador quando Pedro Santos é mais lesto que a defesa academista e aparece a responder da melhor forma ao cruzamento de Alexis.
Os academistas reagiram prontamente ao golo sofrido equilibrando a partida e sendo mais rematador.
Seria num remate do meio da rua que o empate seria restabelecido sendo Benjamim o seu autor.
A segunda parte começou com os academistas a terem o maior domínio da partida mas sem conseguir o golo e seria mesmo a equipa local a fazer o mesmo quando Flávio arrancou um remate de muito longe que acabou por surpreender Elísio e assim colocar novamente o Naval na frente do marcador.
Até ao final da partida os navalistas conseguiram suster as investidas academistas e assim assegurar uma vitória importante na luta que trava pela manutenção.

Outros resultados:
Beira Mar - Repesenses 1:4
Marinhense - Sp. Covilhã 6:0
Anadia - Núcleo Guarda 2:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Beira Mar521210837
Académico Viseu50325735
Repesenses43109433
Anadia51139730
Marinhense51137826
Núcleo Guarda43017525
Naval540113822
Sp. Covilhã501451817

24 fevereiro 2014

Força amigos Roger e Pedro

Amigos Roger e Pedro:

Neste momento mais difícil, em que tudo parece não fazer sentido, queria enviar-vos uma mensagem de muita força e esperança e tal como eu, todos os amigos e campeões que decerto vos ajudarão a atenuar esta perca.

Muita força campeões!

23 fevereiro 2014

Força ai Rodrigo Soares

Rodrigo Soares:

Neste momento mais difícil, em que tudo parece não fazer sentido, queria enviar-te uma mensagem de muita força e esperança e tal como eu, todos os teus amigos que decerto te ajudarão a vencer.

Muita força campeão!

Vitória juvenil alcançada sobre o apito final


Resende - Académico Viseu 1:2
Golos Académico Viseu: João Caiado e Gonçalo.
NOTAGostava de pedir a quem tenha assistido à partida e que me possa enviar alguns dados sobre a esta que o faça para o mail: jorge.miguel.sa@gmail.com. Desde já o meu obrigado!





Outros resultados:
Oliveira Frades - Cracks Lamego 2:2
Cinfães - Sátão 5:3
Moimenta Beira - Crasto 3:4
Viriatos - Viseu Benfica 3:3
Vouzelenses - Drizes 2:5
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Drizes181512641846
Cracks Lamego171412581843
Sátão181125492435
Cinfães181107422933
Oliveira Frades181026462832
Crasto171016412631
Académico Viseu18846392028
Resende175210302717
Vouzelenses184311295015
Viriatos174310194415
Moimenta Beira183114337210
Viseu Benfica 180216161102

Escolas empatam em derby citadino

Viseu 2001 - Académico Viseu 0:0

NOTA: Gostava de pedir a quem tenha assistido à partida e que me possa enviar alguns dados sobre a esta que o faça para o mail: jorge.miguel.sa@gmail.com. Desde já o meu obrigado!

Outros resultados:
Pinguinzinhos - Mortágua 11:0
Galfarritos - Pestinhas 3:5
Repesenses - Mangualde 25:0
Viseu Benfica - Vila Chã Sá 3:11
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Pinguinzinho1514101671043
Repesenses1514011391742
Vila Chã Sá161204994236
Pestinhas161015953231
Viseu 200115816453925
Santo André15618506919
Galfarritos15609395218
Académico Viseu16529247717
Mortágua16429368214
Viseu Benfica15201316766
Mangualde16001632170

Cambalhota dá vitória academista


Académico Viseu - Dínamo Estação 4:1
Golo Académico Viseu: Ivan (9 min), Rodrigo Coelho (22 min), Rodrigo Pereira (43 min) e Miguel Pessoa (48 min)
Golo Dínamo Estação: Rodolfo (6 min)
Académico Viseu: João Pedro, João António, Tiago Figueiredo, Miguel Pessoa, Rodrigo Pereira, Ivan, Miguel Sousa, Gonçalo, António, Rodrigo Coelho, Theodisios.
Treinador: Filipe.
Dínamo Estação: Alexandre, Mateus Esteves, Gustavo, Lucas, Rodolfo, Mateus, Miguel, Pedro Vilares, David, Guga, Martin Leal e Vasco.
Treinador: Nuno Fonseca.

Os escolas A academistas tinham neste domingo um confronto citadino com a equipa do Dinamo da Estação, procurando uma vitória que lhes permitisse continuar na luta pelos lugares mais cimeiros da tabela classificativa.
Logo no primeiro minuto da partida Miguel Pessoa remata para boa defesa de Alexandre. Os academistas tinham mais posse de bola e aos 4 minutos Miguel Pessoa e depois Miguel Sousa disfrutam de boas oportunidades para marcar mas não vencem a oposição de Alexandre.
Contudo quem viria a marcar seria mesmo a equipa do Dínamo aos 6 minutos que numa rápida transição apanha a defensiva academista em desvantagem numérica e Rodolfo conduz a bola da melhor forma e à entrada da área remata fazendo o golo inaugural da partida.
Três minutos depois Ivan aparece a ter um bom trabalho individual e à entrada da área contrária desfere um remate cruzado restabelecendo o empate.
Aos 11 minutos João António marca bem o canto para Ivan aparecer a cabecear à barra da baliza dinamista.
A resposta forasteira dá-se aos 13 minutos com Mateus a rematar colocado valendo a defesa de João Pedro.
A partida a partir dai parece muito mais equilibrada e nenhuma equipa consegue vencer o duelo do meio campo e o próximo lance de perigo só viria a acontecer aos 22 minutos, quando Miguel Sousa num duelo com Lucas consegue ganhar a bola ao defesa dinamista levando a bola a chegar a Rodrigo Coelho que desfere um bom remate fazendo o golo que permitia aos academistas dar a cambalhota no marcador colocando-se pela primeira vez na frente do marcador.
No segundo minuto de descontos Rodrigo Coelho rematara para defesa incompleta de Alexandre com a bola a chegar a Miguel Sousa que remata ao lado da baliza dinamista.
Boa primeira parte com ambas as equipas a procurarem o golo tendo o Académico de Viseu conseguido dar a cambalhota no marcador após uma desvantagem inicial.
A segunda parte começa com Miguel Sousa logo no primeiro minuto a rematar bem para defesa atenta de Alexandre. Os academistas continuavam a ter mais posse de bola e aos 7 minutos Miguel Pessoa remata bem mas vê a bola ser devolvida pelo poste da baliza dinamista. Na jogada seguinte Rodrigo de calcanhar remata bem mas vê Rodolfo sobre a linha a evitar o golo da equipa academista.
No seguimento do canto Theodisios aparece a cabecear um pouco ao lado da baliza de Alexandre.
Aos 36 minutos Rodolfo tem bom trabalho individual mas o remate passa um pouco ao lado da baliza de Gonçalo Pereira. Três minutos depois boa jogada de Rodolfo a centrar bem para Vilares em boa posição a rematar sem a melhor direcção. No minuto seguinte Miguel ganha o lance à entrada do meio campo academista conseguindo subir bem rematando com muito perigo à baliza academista
Era um periodo de maior fulgor do Dínamo da Estação que contudo aos 43 minutos veria Miguel Pessoa a ter um passe mágico desmarcando Rodrigo Pereira que solto de marcação na área dinamista aparece a rematar fazendo o terceiro da sua equipa.
Aos 46 minutos Ivan desmarca bem Rodrigo Pereira que aparece em boa posição mas não consegue dar o melhor seguimento ao mesmo. No minuto seguinte novo bom remate de Miguel Pessoa que desta vez vê o mesmo ser devolvido caprichosamente pela barra.
Contudo à terceira seria de vez e aos 48 minutos Miguel Pessoa após uma primeira defesa de Alexandre consegue aproveitar a bola devolvida e rematar colorindo pela ultima vez o marcador.
Os academistas conseguem assim uma vitória importante que os mantêm no topo da tabela classificativa.
Arbitragem a deixar jogar ao máximo permitindo assim aos jogadores mostrar a sua arte quase que interruptamente.
Out: segunda parte dinamista. A segunda parte dinamista foi menos conseguida que nos primeiros 25 minutos, muito fruto da pressão dos academistas que souberam dominaram e assim criar muitas dificuldades à equipa do Dínamo da Estação. Apesar de tudo o Dinamo da Estação foi sempre um adversário atento na procura do golo.
In: reacção à adversidade. Os academistas souberam reagir da melhor forma a uma situação adversa de se verem em desvantagem no marcador e partir na procura de um outro resultado. Com uma boa atitude viriam a conseguir dar a cambalhota no marcador ainda antes do intervalo e assim obter uma maior segurança.


Outros resultados: 
Cracks Lamego - Lusitano Vildemoinhos 5:1
Viriatos - Vouzelenses 1:5
Penalva Castelo - Viseu Benfica 1:4
Repesenses - Oliveira Frades 0:2
Crasto - Quintela Orgens :
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Cracks Lamego1715201261347
Viseu Benfica171133891836
Oliveira Frades171124793335
Lusitano Vildemoinhos171124713035
Académico Viseu17952852933
Repesenses B17926613629
Crasto16718725722
Dínamo Estação17629344520
Penalva Castelo17629345317
Vouzelenses152015241616
Viriatos171214141264
Quintela Orgens160214141021

Vitória infantil no último suspiro

Sátão - Académico Viseu 3:4

Outros resultados: 
Drizes - Repesenses 0:3
Cracks Lamego - Estrela Mondego 8:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Repesenses33002239
Académico Viseu32101464
Cracks Lamego32011586
Estrelas Mondego31029213
Drizes30122121
Sátão300311230

22 fevereiro 2014

Vitória gorda academista

video

Viseu 2001 - Académico Viseu 0:6
Golo Académico Viseu: Raul (8 min), Gonçalo Pereira (16, 31, 45 min), André (50 min), Rafa (58 min)
Viseu 2001: Nuno, Rodrigo, André, Coelho, Henrique, Gonçalo,Gui, Loureiro, Marques, Gilvaia, Costa e Zé Ricardo.
Treinador: Vasco Elvas.
Académico Viseu: Mário, Nuno, Xico, André, Raul, Gonçalo Pereira, Rafa, Kiki, Vasquinho, João Nunes, Rodrigo Silva e Miguel Loureiro.
Treinador: Carlos Lopes.

Os infantis academistas procuram dar seguimento ao bom momento que atravessam neste derby citadino.
Aos 2 minutos canto de Henrique para Gonçalo aparecer a cabecear perto da baliza local. A resposta dá-se aos 6 minutos com um remate de Rafa que passa perto da barra de Nuno.
O marcador viria a ser inaugurado à passagem do minuto 8 com Raul a aproveitar uma má reposição de bola, entrando bem na área contrária abrindo o marcador.
Aos 12 minutos Henrique aparece a rematar com muito perigo após cruzamento de Gonçalo. O Viseu 2001 está bem mais rematador e no minuto seguinte André fica perto do golo.
Aos 15 minutos é Gonçalo a obrigar Mário a boa defesa evitando o golo contrário. Aos 16 minutos Gonçalo Pereira bem desmarcado por Raul aparece em boa posição a ampliar a vantagem da sua equipa.
Aos 18 minutos grande penalidade a castigar falta sobre Gonçalo Sousa. Chamado a marcar Gonçalo marca forte mas Nuno nega-lhe o golo. Dois minutos depois Gonçalo Pereira desmarca bem Nuno que remata forte à barra da baliza academista.
Aos 21 minutos boa triangulação entre Kiki e Rodrigo Silva com este último a aparecer perante Nuno mas
sem conseguir ultrapassar o guarda-redes contrário.
Dois minutos depois André após uma boa jogada vê o seu remate embater com estrondo na barra da baliza do Viseu 2001. Uma boa jogada que merecia outro desfecho.
Quatro minutos depois na marcação de um livre André remata com perigo à baliza de Mário, Na resposta Miguel obriga Nuno a boa defesa.
Aos 29 minutos André desmarca bem Kiki que remata bem mas sem conseguir vencer a oposição de Nuno.

Chega-se ao intervalo com uma vitória parcial academista fruto de uma maior eficácia perante um adversário que colocou muitas dificuldades às suas manobras.
Grande saida com André a desmarcar bem Gonçalo Pereira que aparece em boa posição a rematar cruzado ampliando a vantagem academista.
O Viseu 2001 procura o golo que lhes dê um maior ânimo na luta por um resultado mais positivo.
Os academistas estão mais controladores da partida e aos 35 minutos Rafa aparece em boa posição a rematar mas sem vencer a oposição de Nuno.
Aos 45 minutos novo golo viria a surgir quando numa má reposição de bola a mesma chega a Gonçalo Pereira que faz o golo de forma simples.
Aos 48 minutos Rafa entra bem na área local mas é derrubado por Zé Ricardo. Chamado a marcar Vasquinho permite a defesa de Francisco.
Dois minutos depois Vasquinho remata de muito longe à barra da baliza de Viseu 2001 e na sobra André faz o golo.
Aos 53 minutos Rafa remata forte para boa defesa de Francisco.
No minuto seguinte Rafa novamente a colocar à prova o guarda-redes do Viseu 2001. À terceira foi de vez com Rafa à entrada da área a bater Francisco.
Aos 59 minutos Vasquinho desfere de longe um bom remate que passa perto da barra contrária.
Aos 60 minutos Gonçalo remata forte e vê Mário negar-lhe o golo.
Vitória justa dos academistas que assim continuam a mostrar um bom momento na procura pelos lugares que dão acesso ao título.
Out: ausência de corpo médico. Bato na mesma tecla da semana anterior. Algo se passa com as massagistas do clube, visto estarem ausentes em grande maioria dos jovens dos escalões de futebol de 7. Seria importante ver a situações pois a integridade dos jogadores é colocado em perigo.
In: jogo de ambas as equipas . Apesar do horário demasiadamente tardio os jogadores de ambas as equipas procuraram fazer o seu melhor e sobretudo na primeira parte a partida foi bastante aberta e com bastantes oportunidades para marcar mas onde só os academistas conseguiram aproveitar as mesmas.
Melhor em campo: Gonçalo Pereira. Foi sempre um jogador que procurou criar lances de perigo para a baliza contrária tanto de cariz individual como colectivo e viu essa sua exibição ser premiada com três golos. Para além disso também se preocupou em defender da melhor forma e desta forma a sua exibição merece o destaque.

O muito obrigado à enorme ajuda dada pelo massagista do Viseu 2001, Vitor Albernaz, na ajuda aos jovens academistas.

Outros resultados:
Pinguinzinhos - Mortágua 0:2
Repesenses - Mangualde 8:0
Galfarritos - Pestinhas 1:8
Estrela Mondego - Carregal Sal 2:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Repesenses1614111032243
Pestinhas161303521839
Académico Viseu151203932336
Pinguinzinhos161213422634
Mortágua151005453130
Viseu 200116619375019
Estrelas Mondego15456323417
Mangualde153111188510
Carregal Sal16231111449
Nelas15231136599
Os Galfarritos15011415921

Vitória junior garantida com boa primeira parte

video

Académico Viseu - Tocha 3:1
Golos Académico Viseu: Micoli (15 min), Eduardo (25 min) e Lucas (36 min)
Golo Tocha: Miguel  (82 min)
Académico Viseu: João Diogo, Pedro, Eduardo, Vinicius, Rafael Silva, Márcio (Bruno, 71 min), Rafael Marques, Filipe Menezes, Rui Pipo (Gonçalo Pipo, intervalo), Micoli e Lucas (João Soares, 63 min)
Suplentes não utilizados: Rui Pedro, Jimmy e Rodrigo.
Tocha: Igor, Nuno, Fábio (Ricardo, 60 min), David, Nuno, Cavaleiro, Rui (Daniel, intervalo), Miguel, Rama, Reis (Caldeira, intervalo) e Timoteo.
Suplentes não utilizados: João Pedro, Serrano, Sérgio e Griné.
Treinador: Pipo.
Árbitro: Leandro Costa, Auxiliares: João Henriques e Marco Almeida (C.A. Aveiro)

Os juniores academistas com uma má entrada nesta fase derradeira da prova, procuravam regressar às vitórias para fugir aos lugares mais complicados da tabela classificativa.
Desta forma coube aos academistas o dominio inicial da partida que viria a ser materializado aos 15 minutos no seu primeiro golo quando Rafael Silva tem um lançamento longo para Micoli que recebe bem a bola a no meio da defensiva contrária consegue ser o mais lúcido para rematar e fazer o golo inaugural.
O Tocha tenta reagir e aos 20 minutos David numa bola parada ganha o lance para defesa a dois tempos de João Diogo.
No minuto seguinte livre de Rafael Silva marcado da melhor forma para Pedro Pereira aparecer a cabecear um pouco ao lado da baliza forasteira.
A vantagem academistas viria a ser ampliada à passagem do minuto 25 quando num lance dividido entre Lucas e o seu oponente a bola fica perdida à entrada e Eduardo aparece a desferir um bom remate que só para nas redes forasteiras.
Sobre a meia hora Fábio tem um centro para Eduardo cabecear na direcção errada levando a bola a passar perto da baliza de João Diogo.
Contudo os academistas sempre que iam à baliza de Igor marcavam e mais uma vez aos 36 minutos isso viria a acontecer quando após assistência de Rafael Silva, Lucas é mais forte que o defesa contrário e remata colocado fazendo o terceiro golo da sua equipa.
Com uma vantagem larga os academistas controlavam a partida mas viriam a ver a sua missão mais complicada com a expulsão de Pedro à passagem do minuto 39.
Já sobre o apito para o intervalo Fábio aparece a ganhar o lance nas alturas à defensiva academista e obrigar João Diogo a defesa atenta.

Os academistas em inferioridade numérica procura suster a natural reação  da equipa forasteira no inicio da segunda parte.
Aos 50 minutos Nuno sobe bem no terreno conseguindo ultrapassar 2 defesas contrários mas falha na altura do remate.Cabe aos forasteiros a maior percentagem de posse de bola.
Aos 55 minutos remate de muito longe de Filipe Menezes para defesa a dois tempos do guarda-redes forasteiro.
Dois minutos depois Rafael Marques de muito longe obriga guarda-redes do Tocha a grande defesa.
Na resposta Timóteo remata forte para defesa a dois tempos de João Diogo.
Aos 60 minutos livre de Nuno a ver o seu remate a embater com estrondo na barra da baliza academista.
Aos 63 minutos Ricardo remata sem a melhor direcção. Dois minutos depois João Soares recebe bem a bola mas remata sema  melhor direcção.
Dois minutos depois boa jogada de Nuno a ganhar vários ressaltos e de ângulo apertado consegue o remata para defesa atenta.
Na jogada seguinte Micoli aparece isolado a rematar rente ao poste da baliza forasteira.
Aos 75 minutos remate muito fraco de nº 8. No minuto seguinte, Daniel consegue o centro mas Gonçalo Pipo consegue o alívio.
O Tocha apesar de mais posse de bola só de bola parada se aproxima com real perigo da baliza academista.
Aos 82 minutos livre ainda longe da área academista com Miguel a aparecer a desviar para o golo forasteiro. Cinco minutos depois Ricardo remata à barra da baliza academista. No minuto seguinte remate deNuno com muito perigo à baliza local.
Aos 82 minutos cruzamento de Bruno para João Soares cabecear perto da baliza contrária. Até ao apito final a equipa academista soube preservar a sua baliza inviolável e assim alcançar uma vitória preciosa.
Arbitragem com alguns erros e que em alguns momentos perdeu o discernimento sobre a mesma em prejuizo da equipa local.
Out: primeira parte forasteira. A equipa do Tocha esteve ausente da partida nos primeiros 45 minutos e nos momentos chave sofreu golos que trairam a sua missão nesta partida. Sem conseguir levar muito perigo à baliza de João Diogo os jogadores forasteiros ainda despertaram nos derradeiros 45 minutos mas sem conseguir dar a volta à desvantagem que tinham.
In: eficácia academista. Os academistas mostraram-se letais na primeira parte e nas investidas que fizeram à baliza de Igor, levaram o perigo à mesma e em três situações viriam a conseguir o golo alcançando uma vantagem preciosa que depois souberam preservar mesmo em desvantagem numérica.
Melhor em campo: Eduardo. Após dois jogos castigado o central academista voltou ao eixo defensivo e conseguiu compor com Vinicius uma dupla que se mostrou bastante forte. Com uma exibição segura o jovem central academista viria a coroar a mesma com um golo, o segundo da sua equipa.

Outros resultados:
Oliveira Frades - Tourizense 1:0
Núcleo Guarda - Leiria Marrazes 1:0
Estação - Mealhada 2:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Tourizense32015141
Mealhada30213434
Núcleo Guarda32104128
Académico Viseu31024528*
Tocha31022628*
Oliveira Frades32102023
Leiria Marrazes30120217
Estação31114515
* Castigo ainda não reflectido pois o Académico Viseu protestou e pediu a revisão do mesmo.

Goleada academista mostra bom momento academista

video

Académico Viseu - Crasto 5:0
Golos Académico Viseu: Ângelo (17, 23, 34, 48, 70+ 2 min)
Académico Viseu: Tomé, Filipe (Olavo, 48 min), Leo, Costa (Patrick, intervalo), Bernardo, Cláudio, Totti (Miguel Silva, intervalo), Tiago (Tiago Salgado, intervalo), Ângelo, João Caiado (Rui Miguel, 52 min)  e Simão Pipo.
Suplentes não utilizados: Palhares, Olavo e Rafael.
Treinador: Vitor Santos.
Crasto: Ricardo, Denilson, Hugo, Rodrigo, João Pedro, Roger (Simão, 51 min), Gonçalo (David Valente, intervalo), João, Xico (Carlitos, 61 min), Dylan (Russas, intervalo) e Rafael.
Suplentes não utilizados: Leandro.
Treinador: André Sapata.
Árbitro: Bruno Ventura, Auxiliares: Luis Henriques e Luis Coelho (A. F. Coimbra)
video

Os iniciados academistas têm um jogo muito importante na luta pela manutenção.
Entrada algo adormecida dos academistas frente a uma equipa do Crasto que está a conseguir ter mais posse de bola.
Aos 6 minutos livre de Bernardo para Cláudio aparecer a cabecear perto da baliza forasteira.
Três minutos minutos depois Denilson marca o livre para Tomé ter defesa atenta.
Aos 14 minutos ângelo centra para Simão Pipo tentar o remate de forma acrobática mas sem a melhor eficácia.
Na primeira investida com perigo dos academistas à baliza crastense viria a surgir o golo quando aos 17 minutos Ângelo aparece a conseguir rodar bem e a fazer o golo inaugural da partida.
Aos 20 minutos Xico ganha o lance dividido com Leo e obriga Tomé a grande defesa a conseguir preservar a vantagem academista.
O Crasto viria a sofrer novo golo aos 23 minutos quando Ângelo marca de forma eximia o livre e faz a bola anichar-se nas redes forasteiras.
Aos 27 minutos Tiago Mendes em boa posição aparece a fazer o chapéu e sobre a linha de golo João Pedro evita o golo.
Seis minutos depois Ângelo ganha em velocidade à defensiva forasteira e remata perto da baliza de Ricardo.
Aos 34 minutos hattrick na partida de Ângelo quando aparece bem a rematar forte fazendo um bom remate. No minuto seguinte num centro remate de Tiago Mendes quase que surpreende Ricardo.
Chega-se ao intervalo com uma vitória parcial academista num resultado muito ingrato para o futebol praticado pela equipa forasteira.

Aos 41 minutos surge o primeiro lance de perigo com Simão Pipo a receber bem e remata perto da baliza academista. Ao contrário da primeira parte os academistas entraram mais autoritários nos derradeiros 35 minutos da partida e conseguem o domínio da partida.
Aos 48 minutos perda de bola em zona proibitiva com a bola a chegar a Ângelo que faz o quarto golo da sua equipa. No minuto seguinte o mesmo jogador academista remata colocado mas vê Ricardo com um voo a ter boa defesa.
Aos 55 minutos canto de Leonardo para Ângelo cabecear fraco. O jogo decorre a um ritmo mais baixo sem grandes ocasiões para ambas as equipas.
Aos 68 minutos Ângelo aparece em boa posição mas o remate é evitado pelo defesa forasteiro.
O resultado final viria a ser colorido à passagem do minuto 72 com Miguel Silva a centrar bem para Ângelo aparecer a rodar bem e a rematar colocado batendo Ricardo.
Chega-se ao final da partida com uma vitória justa academista que soube aguentar a melhor entrada dos forasteiros e marcar nos momentos decisivos e assim alcançar uma vitória que comprova o bom momento que os academistas atravessam.

Out: fragilidades defensivas forasteiras. A defensiva forasteira quando pressionada mostrou diversas fragilidades que foram aproveitadas da melhor forma pelos academistas. Apesar de ter entrado melhor na partida com o golo sofrido os jovens forasteiros viram a sua missão mais complicada.
In: exibição academista em crescendo. A exibição academista foi crescendo de qualidade na primeira parte e isso permitiu-lhes alcançar uma vantagem importante na conquista de uma vitória final. Na segunda parte apesar de baixar o ritmo os academistas conseguiram mesmo controlar melhor a partida e ainda marcar por duas situações.
Melhor em campo: Ângelo. O jovem jogador academista mostrou desde cedo que estava com o pé quente e estando no sitio exacto viria a marcar por cinco ocasiões contribuindo em grande parte para a vitória academista.
video
Outros resultados:
Sanjoanense - Avanca 2:1
Repesenses - Gondomar 0:1
Lusitano Vildemoinhos - Taboeira 3:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Gondomar52124642
Sanjoanense54018540
Repesenses53118235
Avanca540111331
Académico Viseu531111425
Taboeira501441024
Lusitano Vildemoinhos51135719
Crasto50141156

Marcar para depois aguentar pressão foi o segredo da vitória forasteira

video

Académico Viseu - Vouzelenses 1:2
Golo Académico Viseu: João Lourenço (49 min)
Golos Vouzelenses: Adelino Pereira (9 min), José Pedro (19 min)
Académico Viseu: Berto, Rafael Ponte ( Pedro Lopes, 70 min) Tiago Ferreira, João Lourenço, Zé, Nené, Marco, Rúben Almeida (Diogo, intervalo), João Bacalhau (David, 70 min), Rúben Lopes e Diogo Matos.
Suplentes não utilizados: Pedro Santos, Gonçalo Teixeira.
Treinador: Duarte.
Vouzelenses: Lourenço Castanheta, David Sousa, Lindinho, José Pedro, João Marcelo, André Pereira, João Antunes (Henrique Lopes, 54 min), Sérgio, Rodolfo, Francisco Antunes (Raul Daniel, intervalo) e Adelino Pereira.
Suplentes não utilizados: João Paulo, Francisco José, António Guilherme.
Treinador: Tiago Costa.
Cartão amarelo:
Vouzelenses: Sérgio (30 e 42 min)
Cartão vermelho:
Vouzelenses: Sérgio (42 min)
Árbitro: Luis Fonseca, Auxiliares: Catarina Araújo e Henrique Ferreira.

Começo de partida de estudo mútuo sem que nenhuma das equipas consiga ter o ascendente da mesma.
O primeiro remate com algum perigo acontece aos 6 minutos num livre de Nené que passa ainda algo longe da baliza vouzelense. A resposta forasteira dá-se igualmente num livre marcado por José Pedro.
O marcador viria a funcionar aos 9 minutos quando Adelino Pereira aproveita uma bola perdida na área academista superiorizando-se nas alturas e a fazer o golo inaugural quando nada o fazia prever.
Os academistas tem mais uma vez que procurar dar a volta a um resultado adverso que viria a ser ampliado à passagem do minuto 18 quando José Pedro completamente solto de marcação aparece perante Berto e faz o remate que resulta no segundo golo vouzelense.
Os forasteiros mais poderosos fisicamente estão a conseguir suster a reacção academista ainda que algo ténue.
Aos 27 minutos livre de José Pedro a passar perto da barra da baliza de Berto. Três minutos depois é a vez de Nené num livre a rematar perto da baliza dos Vouzelenses.
Aos 32 minutos nova falha na defensiva academista a deixar a bola para Adelino Pereira que isolado remata para defesa de Berto evitando assim o golo forasteiro.
Três minutos depois Marco em boa posição remata de primeira ao lado da baliza vouzelense.
Jogo bastante atípico onde os forasteiros conseguem através de um maior poderio fisico aproveitar da melhor forma as falhas defensivas academistas.

Os academistas regressam para a segunda parte com a missão de ainda procurar um resultado positivo.
Com mais um elemento em campo devido à expulsão de Sérgio os academistas assumem o controlo da partida mas isso dá azo a lances de contra-ataque da equipa vouzelense.
Seria numa dessas jogadas aos 45 minutos que Adelino Pereira fica perto do golo quando se superioriza aos defesas academistas e remata perto da baliza academista.
Dois minutos depois Zé em boa posição remata perto da baliza forasteira.
Corolário da maior pressão os academistas viriam a conseguir o golo quando num livre marcado à saida do seu meio campo a bola chega a João Lourenço que encosta para o golo academista.
Na resposta Adelino Pereira mais forte fisicamente consegue ganhar o lance e rematar para defesa atenta de Berto.
Aos 55 minutos João Bacalhau ganha um lance na zona ofensiva e remata mas sem a melhor direcção.
Os academistas carregam agora na procura do golo do empate mas o Vouzelenses consegue suster esse impeto.
Apesar de ter mais posse de bola os remates não surgem o que facilita em muito a missão vouzelense.
Aos 65 minutos Rúben Lopes marca o livre com Bacalhau a aparecer a rematar valendo a defesa de Lourenço Castanheta.
Chega-se ao final da partida com uma derrota academista fruto de uma primeira parte apática que deu uma importante vantagem à equipa vouzelense que depois soube suster a reação academista.

Out: entrada adormecida academista. Foi uma entrada sem intensidade dos jovens jogadores academistas que deram muitas liberdades aos jogadores forasteiros. Essas liberdades foram fatais para os academistas visto terem ficado com uma missão mais complicada o de dar a volta a um resultado desfavorável de dois golos.

Outros resultados:
Cracks Lamego - Resende 5:1
Penalva Castelo - Viriatos 0:2
Oliveira Frades - Drizes :
Paivense - Cinfães :
Viseu 2001 - Moimenta Beira (adiado)

19 fevereiro 2014

Empate infantil

Drizes - Académico Viseu 2:2
Golos Académico Viseu: Diogo Matos 2
Académico Viseu: Rodrigo, Pedro Tavares, Diogo Ponte, Diogo Matos, Leandro, Costa, Rúben, Marcos, Miguel e Rafa.
Treinador:Xavier.

Outros resultados:
Repesenses - Cracks Lamego 6:0
Estrelas Mondego - Sátão 6:5
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Repesenses22001936
Académico Viseu21101034
Cracks Lamego2101763
Estrelas Mondego21017133
Drizes2011291
Sátão20028190

17 fevereiro 2014

Erros precipitam derrota


Resende - Académico Viseu 4:3
Académico Viseu: Beto, Zé, Colaço, Tiago, Campos. Rafa, Tiago Salgado, Nené, David Lopes, Ruben Almeida, Ruben Lopes e Marco.
Jogaram ainda: Bacalhau, Goncalo, Daniel, Lourenco e Diogo matos.
Suplentes não utilizados: Pedro Santos.

Os iniciados academistas deslocaram-se a Resende para defrontar a equipa local.
Os academistas após sofrerem um golo de forma muito prematura, conseguiram reagir e viriam a empatar num momento de inspiração do Nene de livre direto a fazer um chapeu ao guarda redes do resende perfeito e a passar perto da barra restabelecendo assim o empate.  
Seria com esse resultado que ambas as equipas regressariam aos balneários. Esse descanso parece ter feito mal aos forasteiros pois em apenas 5 minutos sofreriam dois golos por intermédio de Rafael Cardoso, em falhas defensivas que desta forma tornaram bem mais dificil a missão academista.
Os academistas ainda viriam a conseguir reduzir a sua desvantagem num autogolo após um canto.
Contudo novo erro defensivo por parte dos academistas viria a ser aproveitado pelo avançado Rafael Cardoso que se antecipa à tentativa frustada de o colocar em fora de jogo e perante Beto faz o mais fácil ou seja o quarto golo da sua equipa.
Até ao apito final os academistas ainda viriam a conseguir novo golo por intermédio de Ruben Lopes que recua no terreno à procura da bola e depois consegue fintar o seu adversário directo indo mais para o centro do terreno e ainda na meia lua da área remata colocado fazendo um bom golo.
Resultado que o Resende acaba por merecer por saber aproveitar as falhas que os academistas tiveram no eixo da sua defensiva para alcançar uma vantagem importante que souberam preservar com unhas e dentes. 

Outros resultados:
Viriatos - Paivense 1:3
Vouzelenses - Oliveira Frades 3:0
Moimenta Beira - Penalva Castelo 2:3
Ferreira Aves - Viseu 2001 2:4
Cinfães - Cracks Lamego (adiado)
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Cinfães181530681048
Cracks Lamego171331491342
Vouzelenses171133451936
Paivense171052381335
Oliveira Frades17926272129
Viriatos17737322824
Académico Viseu18729282423
Penalva Castelo17719233322
Viseu 200117629293020
Drizes16529203017
Resende16439304015
Moimenta Beira18141313517
Ferreira Aves190118131031