30 janeiro 2014

2ª fase Juniores

Os juniores academistas irão lutar pela manutenção. Os seus adversários são:
  • Núcleo Desportivo Social 
  • GD Tourizense
  • AD Estação
  • UD Tocha
  • GD Mealhada
  • GD Oliveira de Frades
  • SC Leiria Marrazes
  • Académico de Viseu FC
1º Jornada: Académico Viseu - Tourizense
2ª jornada: Estação - Académico Viseu
3ª Jornada: Académico Viseu - Tocha
4ª Jornada: Mealhada - Académico Viseu
5ª Jornada: Académico Viseu - Oliveira Frades
6ª Jornada: Académico Viseu - Leiria Marrazes
7ª Jornada: Núcleo Guarda - Académico Viseu

BOA SORTE CAMPEÕES!

27 janeiro 2014

Esclarecimentos manutenção nos Nacionais

Como as competições se aproximam a passos largos das decisões, aqui ficam o número de clubes que descem em cada uma das competições:

JUNIORES:
Descem os 3 últimos classificados de cada uma das 5 séries da fase da Manutenção.
Para além destas descerão os 3 piores classificados na globalidade das séries.

JUVENIS:
Descem os 3 últimos classificados de cada uma das 5 séries da fase da Manutenção.
Para além destas descerão os 3 piores classificados na globalidade das séries.

INICIADOS:
Descem os 2 últimos classificados de cada uma das 7 séries da fase da Manutenção.
Para além destas descerão os 4 piores classificados em 6 lugar de cada série.

Infantis sub12 B academistas derrotados em Vouzela

Vouzelenses - Académico Viseu 2:1

Outros resultados:
CFT Viseu - Lusitano Vildemoinhos 3:2
Resende - Penalva Castelo 3:1
Oliveira Frades - Crasto 4:1
Dínamo Estação - Drizes 1:1
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Resende131300992739
CFT Viseu131111821934
Lusitano Vildemoinhos12912751528
Dínamo Estação12624443120
Oliveira Frades13625434920
Drizes13616284619
Vouzelenses13526334417
Crasto13418276513
Viseu Benfica12201021666
Penalva Castelo13111124664
Académico Viseu13111123714

Dia não dita derrota junior

Núcleo Guarda - Académico Viseu 4:0

NOTA: Gostava de vos pedir uma ajuda na elaboração desta notícia pois não me pode deslocar a este jogo. Quem me pretender ajudar, pode mandar essa informação para jorge.miguel.sa@gmail.com.


Outros resultados:
Oliveira Frades - Mealhada 0:1
Tourizense - Tocha 5:0
Anadia - Estação 3:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Tondela181314412340
Anadia181215432337
Tourizense181125462335
Mealhada181026312232
Tocha18747242525*
Académico Viseu18819264025*
Núcleo Guarda18639252721
Oliveira Frades184410183116
Leiria Marrazes184410183116
Estação183213245111
NOTA: Ainda sem o castigo reflectido.

26 janeiro 2014

Escolas com pé quente goleiam Vouzelenses

Vouzelenses - Académico Viseu 2:11

Os escolas A deslocaram-se a Vouzela para defrontar a equipa local.
Frente a um adversário que foi denotando algumas fragilidades na sua defensiva, os academistas mostraram que estavam com o pé quente e conseguir marcar por 11 ocasiões e desta forma alcançar uma goleada que se ajusta face ao seu domínio na partida.

NOTA: Gostava de vos pedir uma ajuda na elaboração desta notícia pois não me pode deslocar a este jogo. Quem me pretender ajudar, pode mandar essa informação para jorge.miguel.sa@gmail.com.

Outros resultados:
Cracks Lamego - Repesenses 3:0
Oliveira Frades - Crasto 2:3
Lusitano Vildemoinhos - Penalva Castelo 2:0
Dínamo Estação - Quintela Orgens 2:0
Viseu Benfica - Viriatos 12:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Cracks Lamego141220921238
Viseu Benfica141032811430
Académico Viseu14851772229
Lusitano Vildemoinhos14923622129
Oliveira Frades14914723028
Repesenses B14824503026
Dínamo Estação14626323320
Penalva Castelo14527284417
Crasto14518655616
Viriatos141112111054
Vouzelenses141013181363
Quintela Orgens14011311971

Juvenis empatam em terreno adverso

Sp. Covilhã - Académico Viseu 2:2

Os academistas deslocavam-se à Covilhã para defrontar a equipa local do Sp. Covilhã. Num terreno quase que impraticável ambas as equipas procuraram o golo onde os academistas disfrutaram de um maior número de ocasiões para marcar.
Apesar disso seria com um empate que a partida teria o seu término.

Outros resultados:
Núcleo Guarda - Naval 2:1
Anadia - Repesenses 1:1
Marinhense - Beira Mar 0:3
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Académico Viseu10102233
Beira Mar11003033
Anadia10101124
Repesenses10101124
Marinhense10010322
Núcleo Guarda11002119
Sp. Covilhã10112217
Naval10011210

Vitória importante na luta pela manutenção

video

Académico Viseu - Taboeira 2:1
Golo Académico Viseu: Miguel Oliveira (8 min), Simão Pipo (59 min)
Golo Taboeira: Gerson (21 min)
Académico Viseu: Tomé, Filipe, Nuno, Costa (Patrick, 51 min), Leonardo, Cláudio, Miguel Oliveira, Rui Miguel (Simão Pipo, intervalo), Ângelo, João Caiado (Tiago, 64 min) e Lucas (Miguel Silva, intervalo).
Suplentes não utilizados: Tiago, Olavo, Rafa.
Treinador: Vitor Santos, João Figueira.
Taboeira: Henrique, Fábio, Rocha, Casal, Bernardo, Bastos, Gonçalo (João Pedro, 59 min), Berna, André, Afonso (Morais, intervalo) e Gerson (Leonardo, intervalo (Miguel, 49 min)).
Suplentes não utilizados: Lopes, Morais, Lasca e Simão.
Treinador: Miguel Oliveira.
Cartão amarelo:
Académico Viseu: Miguel Oliveira (60 min)
Taboeira: Gonçalo (43 min)
Cartão vermelho:
Taboeira: Fábio (46 min)
Árbitro: Hugo Geraldes, Auxiliares: Bruno Naves e José Bicho (A.F. Guarda)

Os iniciados academistas têm neste jogo o ínicio da segunda fase, o da manutenção, do seu Campeonato.
Os academistas com a necessidade de vencer tem como adversário o Taboeira.
O primeiro lance de algum perigo acontece para os academistas quando Ângelo centra bem mas nenhum colega consegue o remate.
Na resposta André aparece em boa posição centrando bem mas vale o corte de Nuno.
Aos 6 minutos é Afonso a aparecer em boa posição mas vale a atenção de Tomé a antecipar-se.
Dois minutos depois o marcador viria mesmo a funcionar quando Bernardo não consegue o melhor alívio e Miguel Oliveira atento aproveita face a Henrique para rematar forte e fazer o golo inaugural.
O Taboeira reage e aos 14 minutos Gerson desmarca Afonso que em boa posição vê o seu remate passar muito perto da baliza academista.
No minuto seguinte André em boa posição remata muito por alto.
O Taboeira está a conseguir trocar bem a bola e conseguem o golo do empate num bom golo de Gerson aproveitando o adiantamento de Tomé que têm uma primeira boa defesa perante Afonso mas que nada pode fazer perante o remate de Gerson.
Aos 24 minutos André tem boa jogada individual mas falha no remate. No minuto seguinte falha de entendimento no eixo da defensiva forasteira mas Ângelo não conseguiu o remate.
Aos 28 minutos Ângelo na marcação de um livre obriga Henrique a boa defesa. Na resposta Gerson marca o canto para André de forma acrobática ver o seu remate embater com estrondo na base do poste da baliza academista.
Chega-se ao final da primeira parte com um empate na partida onde o Taboeira reagiu bem ao golo sofrido e foi mesmo a equipa com o maior número de ocasiões para marcar.

Aos 39 minutos perca de bola em zona proibitiva para Gonçalo recuperar a mesma e centra bem mas André aparece atrasado para o remate.
Aos 45 minutos Ângelo remata de muito longe mas sem a melhor direcção.O Taboeira vê-se reduzido aos 10 elementos com a expulsão de Fábio.
Aos 50 minutos Miguel Oliveira marca bem o canto mas vê Cláudio cabecear sem a melhor direcção.
Os academistas com mais um jogador conseguem o dominio da partida e viriam a colocar-se novamente na frente do marcador no seguimento de um canto com Simão Pipo aparecer a cabecear bem e a ver a bola rumar à baliza forasteira.
Aos 60 minutos Henrique marca o livre para André aparecer a rematar para defesa de Tomé. O Taboeira mesmo reduzido a 10 elementos tem uma postura de procurar o golo o que parece estar a intranquilizar os academistas. Aos 70 minutos livre do Taboeira marcado no eixo esquerdo do seu ataque com Bastos a aparecer ao segundo poste a rematar de primeira valendo a grande defesa de Tomé.
Sem grandes problemas a nível técnico apesar da contestação forasteira no lance do segundo golo academistas, pensamos que a nível disciplinar o trio de arbitragem foi rigoroso em demasia e isso ditou desde cedo na segunda parte a expulsão de Fábio que complicou a missão da equipa forasteira.
Vitória academista que assim entram da melhor forma na segunda fase.

Out: finalização forasteira. Sobretudo na primeira parte a equipa do Taboeira disfrutou das melhores ocasiões para marcar mas a eficácia dos seus avançados mostrou-se longe do ideal e isso veio a ter um doloroso castigo.
In: espirito de luta academista. Os academistas frente a uma equipa que soube sempre trocar bem a bola mostraram muita entrega e raça em todos os lances disputados. Essa entrega veio a resultar numa vitória que permite aos academistas ainda acalentar fortes esperanças na manutenção.

Outros resultados:
Crasto - Repesenses 0:4
Avanca - Gondomar 4:0
Sanjoanense - Lusitano Vildemoinhos 2:1
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Gondomar10010435
Sanjoanense11002131
Repesenses11004028
Taboeira10011223
Avanca11004022
Académico Viseu11002118
Lusitano Vildemoinhos10011215
Crasto1001045

5 minutos de loucos em jogo pouco intenso

video

Académico Viseu - Moimenta Beira 1:1
Académico Viseu: Beto, Rafael, Tiago Ferreira, Lourenço (Colaço, 22 min), Zé, Rúben Almeida (Teixeira, intervalo), Diogo (João Bacalhau, intervalo), Nené, Rúben Lopes, David Lopes e Marco.
Suplentes não utilizados: Pedro Santos, Pedro, Gonçalo e Tiago Salgado.
Treinador: Duarte.
Moimenta Beira: André Ventura, Diogo Rodrigues, João Fonseca, António Abreu, Ivo Mariana, João Lopes (Jorge Fonseca, 43 min), Gian Soares, Diogo Morgado, Micael Hortenço (Diogo Bondoso, intervalo), João Pedro e João Silva (André Fernandes, intervalo).
Suplentes não utilizados: Leandro, Rui Pedro, Filipe Santos e João Pedro.
Treinador: António Antunes.
Ambas as equipas procuravam uma vitória que lhes possibilitasse subir na tabela classificativa. Após o período de estudo mútuo a primeira grande ocasião para marcar surge à passagem do minuto 14 quando João Silva aparece em boa posição mas falha na altura do remate.
O Moimenta Beira entra melhor na partida e consegue ser mais pressionante tendo com isso mais posse de bola não deixando que os academistas se aproximem da baliza de André Ventura.
Aos 20 minutos livre de David Lopes mas sem levar muito perigo à baliza forasteira.
Cinco minutos depois Micael Hortenço aparece nas costas da defensiva academista mas Beto consegue uma boa defesa preservando assim o empate na partida.
Já perto do apito para a primeira parte David Lopes marca bem o livre e Nené aparece a rematar obrigando André Ventura a defesa atenta.
Chega-se ao intervalo com um nulo que se ajusta face à desinspiração de ambas as equipas.

Os academistas regressaram à partida com uma atitude mais pressionante e com mais posse de bola. Aos 39 minutos David Lopes marca bem o livre ao qual André Ventura tem boa defesa.
A melhor ocasião para marcar viria a acontecer aos 46 minutos quando Zé tem um centro preciso a descobrir João Bacalhau que isolado e com a baliza à sua mercê não consegue o golo. Que falha esta!
A partida tem como o Académico o dominador mas o Moimenta mostra-se sempre atento na procura de um lance rápido de contra-ataque.
Aos 66 minutos o marcador viria mesmo a funcionar na sequência de um livre marcado da melhor forma por Rúben Lopes que vê o seu remate anichar-se nas redes forasteiras. Dois minutos depois Rafa tem um bom remata mas vê António Abreu negar o golo sobre a linha de golo.
Aos 70 minutos surge um caso do jogo quando após um lance da bola parada a bola vai ao braço de João Bacalhau. A decisão do árbitro é assinalar a grande penalidade o qual é marcada da melhor forma pelo capitão António Abreu que restabelece o empate no marcador.
Chega-se ao final da partida com um resultado que acaba por se ajustar.
Arbitragem com uma exibição tranquila mas onde fica a grande dúvida no lance da grande penalidade. Em boa posição para o ajuizar David Martins foi lesto na sua marcação e dai merece todo o benefício da dúvida.

Out: exemplos. Mais uma vez bato na tecla do exemplo que deve ser dado por quem é encarregue de dar um bom exemplo aos jovens. Se os verdadeiros campeões mostram uma enorme coesão e união porque minar isso com palavras e atos que por vezes são irreflectidos de quem devia dar um exemplo?
In: últimos minutos da partida. Numa partida globalmente com poucas ocasiões, a mesma valeu pelos seus últimos 10 minutos onde as equipas pareceram ai sim querer o golo. Foi nesse período que as grandes ocasiões de golo surgiram e os dois golos que coloriram o marcador foram ai alcançados.
Melhor em campo: António Abreu. Foi um verdadeiro capitão e comandante da sua equipa. No eixo da sua defensiva conseguiu evitar a maior parte dos lances de perigo dos academistas e conseguiu nos descontos evitar já sobre a linha de golo um remate de Rafa. Para além disso viria a premiar a sua exibição com a concretização da grande penalidade e assim foi um dos obreiros do empate alcançado pela equipa forasteira.

Outros resultados:
Drizes - Cinfães 0:5
Vouzelenses - Resende 4:2
Oliveira Frades - Viriatos 1:3
Cracks Lamego - Ferreira Aves 5:0
Paivense - Viseu 2001 3:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Cinfães151230591039
Cracks Lamego151131421036
Vouzelenses151032421533
Oliveira Frades15924271329
Paivense14752261226
Viriatos14725272023
Académico Viseu15717231622
Penalva Castelo14518192916
Viseu 200115429232814
Drizes14419163213
Resende14329263711
Moimenta Beira15141010397
Ferreira Aves16011511941

Juvenis perdem com Crasto com lance polémico

Crasto - Académico Viseu 1:0
Golo Crasto: Pedro Marado (gp)
Académico Viseu: Rui Pedro, Gustavo, Fabio (Diogo Almeida), Pratas, Gonçalo Costa, Gigi, Maurício, Diogo Ribeiro, Pedro Pais (Guga), Dani e Tiago.
Suplentes não utilizados: Diogo Correia, David Tadeu e Xavi
Treinador: Mário Correia.

A melhor oportunidade de golo pertenceu ao Académico, ainda no 1º tempo, Gigi em frente ao guarda redes remata por cima da barra.
Bom jogo do Académico, em que o resultado certo seria o empate mas onde a vitória acaba por sair de uma grande penalidade muito contestada pelos academistas que parece algo desajustada e que provavelmente tencionou compensar a exagerada expulsão a um jogador do Crasto enquanto se encontrava ainda em fase de aquecimento. Enfim, estas compensações...

Outros resultados:
Sátão - Viseu Benfica 9:0
Moimenta Beira - Drizes 1:4
Cinfães - Oliveira Frades 1:0
Viriatos - Vouzelenses 2:0
Resende - Cracks Lamego 1:3
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Cracks Lamego141301521239
Drizes141112461534
Sátão14923371629
Cinfães14905322227
Oliveira Frades14815392225
Crasto14716322322
Académico Viseu14446291716
Vouzelenses14437263715
Viriatos13427153214
Resende13328242011
Moimenta Beira14211123567
Viseu Benfica 14011311941

25 janeiro 2014

Vitória robusta infantil

video

Académico Viseu - Mangualde 7:0
Golo Académico Viseu: Raul (3, 14, 42 min), João Nunes (6 min), Rafael (31 e 39 min), Miguel Loureiro (59 min)
Académico Viseu: Mário, Nuno, Chico, André, Miguel, Raul, João Nunes, Rafael, António, Luiz, Vasquinho e Gonçalo.
Treinador: Carlos e Joel.
Mangualde: Rafael Almeida, Diogo Silva, Daniel Paixão, Márcio Alegrem Rúben Brás, Miguel Silva, Rodrigo Almeida, Igor Oliveira, Daniel Monteiro, Carlos Gouveia, Pedro Carvalho e João Fernandes.
Treinador: Fernando Oliveira.
Árbitro: Mário Oliveira.

Os academistas desde cedo procuraram desde cedo o golo e logo no primeiro minuto cabe a estes o primeiro remate com Raul a obrigar Rafael Almeida a boa defesa.
No minuto seguinte novo remate de Raul desta vez a passar perto da baliza academista.
O golo viria mesmo a surgir aos 3 minutos com Raul a ter uma boa jogada individual ultrapassando dois defesas contrários e já no interior da área faz o golo.
Aos 6 minutos remate de Nuno e na sobra João Nunes aparece a encostar para ampliar assim a vantagem dos academistas.
Os academistas conseguem dominar a partida e aos 12 minutos André remata forte para defesa atenta do guarda-redes mangualdense. No minuto seguinte André tem boa desmarcação para Raul que aparece nas costas da defensiva contrária a rematar colocado e ampliando assim a vantagem da sua equipa.
O primeiro remate do Mangualde à baliza de Mário cabe a Daniel Monteiro mas sem a melhor direcção.
O Mangualde com este remate começa a equilibrar a partida e tem mais posse de bola mas aos 22 minutos Rafael desmarca bem António para defesa atenta de Rafael Almeida.
No minuto seguinte é António a colocar novamente à prova Rafael Almeida com uma boa defesa.
Aos 25 minutos Rafael em três situações fica perto do golo mas os remates são defendidos pelo guarda-redes mangualdense.
Aos 29 minutos Vasquinho remata forte e vê o mesmo embater na base do poste da baliza forasteira. No minuto seguinte João Fernandes aparece em boa posição isolado perante Mário que faz a mancha e complica a missão do avançado mangualdense.
Chegava-se ao intervalo com uma vantagem academista num jogo sem grande ritmo.

Logo no primeiro minutos da segunda parte Rafael remata forte mas Rafael Almeida lança-se tarde e vê a bola passar por debaixo do seu corpo.
Aos 34 minutos Rafael entra na área e sofre falta. Chamado a marcar Chico permite a defesa de Rafael Almeida.
Aos 37 minutos André remata colocado valendo a defesa do guarda-redes mangualdense. Na resposta Rodrigo Almeida remata forte valendo aos academistas a defesa de Mário.
Aos 39 minutos Mário tem um lançamento longo para Rafael aparecer isolado e faz a bola sobrevoar Rafael Almeida e assim fazer o quinto golo da sua equipa.
Três minutos depois os academistas viriam a conseguir novo golo quando num lançamento de linha lateral Rafael desmarca Raul que isolado remata colocado e assim fazer o hattrick.
Aos 47 minutos Mário responde com uma boa defesa ao remate de Miguel Silva.
O Mangualde está mais liberto e também ele procura o golo que dá maior emotividade à patida.
Aos 52 minutos  Gonçalo centra para João Nunes rematar mas vê o remate embater na defensiva forasteira.
Aos 59 minutos Miguel Loureiro aparece em boa posição a rematar e fazer o 7º golo da sua equipa colorindo o marcador pela última vez.
Já sobre o apito para o apito Vasquinho em uma boa jogada mas vê Rafael Almeida evitar o golo.
Chega-se assim ao final da partida com uma vitória justa dos academistas num jogo onde dominaram grande parte da partida que assim se aproxima do 2º lugar, a equipa dos Pinguinzinhos que saiu derrotada do seu confronto com a equipa dos Pestinhas.
Arbitragem sem erros que controlou da melhor forma a partida.
Out: intensidade dos primeiros minutos. A partida sobretudo na primeira parte foi muito "enrolada" sem grandes momentos de emoção e que foi jogada a um ritmo lento. Os melhores momentos na primeira parte foram sem dúvida os golos alcançados pelos academistas.
In: golos academistas. Os academistas mesmo sem realizar o seu melhor futebol conseguiu colocar muitas dificuldades à defensiva mangualdense. Os academistas marcaram por 7 ocasiões mas viriam mais um punhado de boas ocasiões ser negada por Rafael Almeida que negou as mesmas com boas defesas.

Outros resultados:
Nelas - Viseu 2001 3:4
Carregal Sal - Repesenses 1:6
Pestinhas - Pinguinzinhos 4:0
Galfarritos - Estrela Mondego :
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Repesenses131210911837
Pinguinzinho131012361831
Académico Viseu121002812130
Pestinhas131003371630
Mortágua12705352721
Viseu 200113616353716
Estrelas Mondego11335262812
Mangualde13319177310
Carregal Sal131399366
Nelas13121028565
Os Galfarritos12001211760

Escola academistas vencem mangualdenses

video

Académico Viseu - Mangualde 3:0
Golo Académico Viseu: Tiago Santos (12 min), António Cunha (22 min), Simão Faria (39 min)
Académico Viseu: Bernardo Coelho, João Miguel, Gabriel Gonçalves, Guilherme, Tiago, António Cunha, Simão Faria, Zé Mendes, Nuno Féliz, David Ribeiro.
Treinador: Coelho.
Mangualde: Tiago Lopes, Leandro Pais, João Monteiro, Diogo Rodrigues, João Cruz, Armando Santos, Diogo Marques, João Silva, Leandro Lopes e Levi França.
Treinador: Luís Lopes e Rúben Marques.
Àrbitro: Mário Oliveira.

Os escolas B academistas defrontam a equipa do Mangualde procurando o regresso às vitórias.
Começo equilibrado com o primeiro remate a caber à equipa forasteira no seguimento de um livre. Na resposta Gabriel Gonçalves remata para defesa atenta de Tiago Lopes.
Aos 9 minutos Guilherme Neves remata forte e vê a bola embater com estrondo na base do poste da baliza academista. Na sobra o mesmo jogador obriga o guarda-redes mangualdense a boa defesa negando o golo da equipa local. .
No minuto seguinte é Tiago Santos a obrigar Tiago Lopes a boa defesa. Aos 12 minutos lance de grande penalidade. Chamado a marcar Tiago Santos remata forte e coloca os academistas na frente do marcador.
Os academistas começam a dominar a partida e aos 16 minutos Tiago remata à barra da baliza mangualdense. Três minutos depois os academistas ampliam a sua vantagem quando António Cunha aproveita uma má saida do guarda-redes mangualdense e vê a baliza desguarnecida e faz o golo.
A resposta dá-se num remate de Leandro Lopes que passa muito perto da baliza academista. Aos 21 minutos remate forte de Armando Santos a levar o perigo à baliza local.
Na resposta António Cunha remata muito perto da baliza mangualdense.
Chega-se ao intervalo com uma vitória parcial dos academistas que acaba por se ajustar.

Aos 26 minutos remate de muito longe de Diogo Marques a obrigar Bernardo Coelho a boa defesa. Na resposta Tiago remata fraco.
O jogo está aberto com ambas as equipas a procurarem o golo. Aos 29 minutos remate de Gabriel para defesa fácil de Tiago Lopes.
Quatro minutos depois Guilherme Neves obriga o guarda-redes mangualdense a boa defesa. Aos 26 minutos Simão Faria aparece em boa posição fazendo a bola sobrevoar o guarda-redes contrário mas vê o seu remate passar perto da baliza mangualdense.
Os academistas dominam por completo esta segunda parte com o Mangualde a não conseguir chegar com perigo à baliza academista.
Aos 39 minutos Simão Faria faz o chapeu de belo efeito ampliando assim a vantagem academista.
Três minutos depois João Cruz coloca Bernardo Coelho a boa defesa.
Chega-se ao final da partida com uma vitória justa academista.


Outros resultados:
Pestinhas - Pinguinzinhos 1:6
Mortágua - Santo André 2:3
Vila Chã Sá - Repesenses 2:4
Galfarritos - Viseu Benfica 2:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Pinguinzinho121110140934
Repesenses121101971733
Vila Chã Sá131003823330
Viseu 200112804432924
Pestinhas13715812922
Santo André13517366316
Académico Viseu13517245816
Galfarritos13508324615
Mortágua13328256111
Viseu Benfica13201113616
Mangualde13001311680

23 janeiro 2014

2ª fase Benjamins

Foi sorteada a série a que pertence a equipa dos Benjamins academistas.
A equipa academista irá lutar com as seguintes equipas:

  • Académico Viseu
  • Resende
  • Vila Chã Sá
  • São João Pesqueira
  • Santo André
Esta fase terá início dia 8 de Fevereiro sendo o adversário o Resende. Este jogo será realizado fora no reduto do Resende.


2 Fase Infantis sub13

Foi sorteada a série a que pertence a equipa dos Infantis A academistas.
A equipa academista irá lutar pelos primeiros lugares do campeonato com as seguintes equipas:

  • Académico Viseu
  • Estrela Mondego
  • Sátão
  • Repesenses
  • Cracks Lamego
  • Drizes
Esta fase terá início dia 8 de Fevereiro sendo o adversário o Estrelas Mondego. Este jogo será realizado em casa, no Campo de Futebol de 7 do Fontelo.


20 janeiro 2014

Iniciados vencem e pulam na tabela

Ferreira Aves - Académico Viseu 0:1
Golo Académico Viseu: autogolo
Académico Viseu: Beto, Gonçalo (Rafa), Tiago, Lourenço (Ruben Miguel), Zé, Salgado, Nené, Pedro Lopes (Diogo), Teixeira (David lopes), Bacalhau (Marco) e Rúben Daniel.
Suplentes não utilizados: Pedro e Colaço.

Os iniciados B academistas deslocavam-se a Ferreira Aves para defrontar a equipa local.
Ambas as equipas queriam uma vitória mas apesar disso o domínio da partida pertenceu aos academistas que apesar de algumas boas ocasiões para marcar não o conseguiram fazer na primeira parte.
Seria com um empate que ambas as equipas iriam regressar aos balneários que castigava a ineficácia academista.
Com o nulo os forasteiros sentiam-se algo nervosos e precipitados na altura do remate final mas o golo viria mesmo a surgir num lance de autogolo mas que colocava alguma justiça no marcador.
Com esta vitória os academistas conseguem subir na tabela classificativa.

NOTA: Pedia-vos uma ajuda na construção desta noticia. Caso tenham assistido ao jogo e tenham pormenores sobre o mesmo, pedia para me enviarem para jorge.miguel.sa@gmail.com. Desde já o meu muito obrigado!


Outros resultados:
Cinfães - Vouzelenses 2:0
Viriatos - Drizes (adiado)
Moimenta Beira - Oliveira Frades 0:0
Viseu 2001 - Cracks Lamego 0:3
Penalva Castelo - Paivense 0:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Cinfães151230591039
Cracks Lamego141031371033
Vouzelenses14932381330
Oliveira Frades14923261029
Paivense13652231223
Académico Viseu14707221521
Viriatos13625241920
Penalva Castelo14518192916
Viseu 200114428232514
Drizes13418162713
Resende13328243311
Moimenta Beira1413109386
Ferreira Aves15011411891

19 janeiro 2014

Escolas batem pé a lider

Académico Viseu - Cracks Lamego 2:2
Golos Académico Viseu: Ivan 2
Golos Cracks Lamego: Afonso Moreira e Pedro Saraiva.
Académico Viseu: Gonçalo, Coelho, João Muniz, Miguel Pessoa, Miguel Sousa, Rodrigo Pereira, Ivan, António, João Pedro, Ricardo, Tiago Figueiredo
Cracks Lamego: Bernardo, Vitor, Gonçalo Mota, Mirko, Pedro, Rodrigo, Diogo Infante, Miguel Campos, Afonso Moreira, Gustavo, Zezé e Gonçalo Ribeiro.
Treinador: José Pedro.

Este eram um jogo que colocava em confronto duas das melhores equipas do escalão de sub10. Começaram melhor os jogadores do Cracks Lamego a conseguir trocar da melhor forma a bola e com isso seriam os primeiros a rematar sendo Afonso o autor do remate aos 2 minutos.
Aos 7 Afonso novamente a rematar com muito perigo valendo o corte providencial de Rodrigo Coelho a evitar o golo. Na resposta é Miguel Pessoa a rematar forte mas sem a melhor direcção.
Aos 10 minutos surge a primeira grande ocasião de golo quando após um lançamento longo a bola chega a Afonso Moreira que perante Gonçalo não consegue o melhor remate
Contudo aos 15 minutos Diogo Infante descobre bem Afonso Moreira que se mostra mais lesto que a defensiva academista e inaugura o marcador.
Este golo teve o condão de despertar os academistas que pareciam algo recolhidos e também eles começaram a mostrar o seu bom futebol.
Aos 22 minutos Ivan remata forte vendo o mesmo passar perto da baliza lamecense.
O empate viria a ser alcançado num remate forte de Ivan que resulta num golo de belo efeito e seria com este resultado que ambas as equipas regressariam aos balneários.
Coube aos academistas um melhor regresso à partida nos últimos 25 minutos parecendo uma equipa mais afoita e na procura do golo que lhes permitisse colocar na frente do marcador.
Esse desidrato viria mesmo a ser alcançado em novo remate forte de Ivan para gáudio dos academistas.
Com este golo a equipa lamecense parte também ela à procura do golo que viria a ser alcançado num remate de Pedro Saraiva que ainda toca em Miguel e trai Gonçalo.
Perto do fim da partida numa sucessão de 5 cantos a favor dos academistas, João Muniz levou o guarda redes lamecense a fazer as defesas da tarde evitando assim o golo aos academistas.
Empate que acaba por se ajustar em duas partes antagónicas onde em cada uma delas houve o dominio de uma equipa que mostraram o porque de estarem nos lugares mais cimeiros.
Outros resultados:
Crasto - Lusitano Vildemoinhos 2:6
Penalva Castelo - Vouzelenses 10:0
Viriatos - Repesenses 0:6
Quintela Orgens -Oliveira Frades 2:10
Viseu Benfica - Dínamo Estação 2:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Cracks Lamego131120891235
Oliveira Frades13913702728
Viseu Benfica13932691427
Académico Viseu13751662026
Repesenses B13823502726
Lusitano Vildemoinhos13823602126
Dínamo Estação13526303317
Penalva Castelo13526284217
Crasto13418625413
Viriatos13111111934
Vouzelenses131012161243
Quintela Orgens13011211951

Benfiquistas aproveitam erros academistas


Académico Viseu - CFT Viseu 0:6
Golo CFT Viseu: Diogo Fonseca (1, 4 min), Gabriel (19, 50 min), Bernardo Calheiros (37 min), Tomás (51 min)
Académico Viseu: Francisco Pereira, Rodrigo Cruz, João Martins, Luis Silva, André Nunes, Duarte, Diogo Paiva, Anacleto, Diogo Bravo e Francisco Henriques.
Treinador: Paulo.
CFT Viseu: Pedro Farias, Diogo Fonseca, Gonçalo Figueiredo, Guilherme Moitas, Rodrigo Saraiva, Tomás, Guilherme Melo, Diogo Gouveia, Bernardo Calheiros, Gabriel e Pedro Rodrigues.
Treinador: Luis Fonseca.
Àrbitro: Carlos Rodrigues e Pedro Amaral.

Este é mais um derby citadino no escalão de Infantis sub-12. Frente a frente defrontam-se as equipas do Académico de Viseu e o CFT Viseu.
Os benfiquistas assumem o papel de favorito mas os academistas irão por certo tentar equilibrar a partida.
O primeiro remate cabe a Gabriel para defesa do guarda-redes academista. Ainda no primeiro minuto jogada individual de Diogo Fonseca a ultrapassar o seu oponente e perante Francisco faz o golo.
Aos 3 minutos centro de Gabriel para aparecer Luis a fazer o corte quando Melo se preparava para o remate. No minuto seguinte Melo desmarca Diogo Fonseca que remata forte batendo o guarda-redes local.
Aos 7 minutos Diogo Fonseca vê o seu remate embater na base do poste da baliza academista.
Aos 9 minutos Duarte quase que surpreende os benfiquistas num remate que passa perto da baliza de Pedro Rodrigues.
No minuto seguinte Gabriel entra bem na área academista e remata perto da baliza de Francisco. Os benfiquistas dominam a partida e não deixam os academistas se aproximar da baliza de Pedro Rodrigues.
A partida está mais equilibrada com os academistas após os golos sofridos a conseguir equilibrar.
Aos 19 minutos Francisco consegue entrar bem na área mas tenta o remate quando Duarte estava em melhor posição para rematar. Contudo JP tem uma falha ao passar para Gabriel que mostra-se atento e faz o terceiro golo da sua equipa.
Chega-se ao intervalo com uma vitória parcial dos benfiquistas.

Aos 31 minutos má reposição de bola de Pedro Farias para a bola chegar a Anacleto que em boa posição não consegue o golo. Dois minutos depois Diogo Gouveia entra na área valendo o corte do defesa academista.
Aos 36 minutos Duarte remata perto da baliza benfiquista. No minuto seguinte Tomás centra bem para Bernardo Calheiros aparecer a encostar para novo golo benfiquista. Aos 40 minutos Diogo Fonseca primeiro e depois Rodrigo Saraiva ficam perto do golo com os seus remates.
A partida decresce de qualidade e intensidade com as ocasiões a escassearem em ambas as balizas.
Aos 49 minutos remate de Bernardo Calheiros a rematar forte para defesa atenta de Francisco.
No minuto seguinte Gabriel em boa posição remata sem a melhor direcção.
Aos 50 minutos nova falha na defensiva academista com a bola a chegar a Gabriel que mostra-se atento à oferta e faz o golo.
No minuto seguinte Gabriel desmarca bem Tomás que aparece a fazer o sexto golo benfiquista.
Aos 52 minutos remate de muito longe de Diogo Gouveia a obrigar Francisco a boa defesa. No minuto seguinte o guarda-redes academista nega o golo a Gabriel.
Aos 54 minutos Melo aparece em boa posição mas falha na direcção dada ao seu remate.
Chega-se ao final da partida.

Out: falhas defensivas academistas. Os academistas demonstram uma evolução deste o inicio da temporada, contudo em algumas situações e quando pressionados falham nas mesmas o que possibilitam aos seus adversários aproveitar as mesmas para obter os golos. Um ponto a melhorar na evolução que tem sido notória.
In: aproveitamento benfiquista. Os benfiquistas estiveram sempre por cima da partida e souberam aproveitar da melhor forma as falhas dos academistas e assim obtiveram uma vitória gorda.

Outros resultados:
Penalva Castelo - Vouzelenses 1:3
Crasto - Resende 2:7
Viseu Benfica - Dínamo Estação 1:4
Drizes - Oliveira Frades 1:5
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Resende121200962636
CFT Viseu121011791731
Lusitano Vildemoinhos11911731228
Dínamo Estação11614433019
Drizes12606274618
Oliveira Frades12525394817
Vouzelenses12426314314
Crasto12417266113
Viseu Benfica12201021666
Penalva Castelo12111023634
Académico Viseu12111022694

18 janeiro 2014

Vitória academista arrancada a ferros


Académico Viseu - Oliveira Frades 1:0
Académico Viseu: Rui Pipo( 65 min)
Académico Viseu: Diogo, Pedro Pereira, Eduardo, Vinicius, Rafael Silva (Rodrigo, 86 min), Bruno Lopes (Jimmy, 59 min), Rafael Marques (Gonçalo, 69 min), Filipe Menezes, Rui Pipo, João Soares, Lucas.
Suplentes não utilizados: João Diogo.
Treinador: Pipo.
Oliveira Frades: Viegas, DJ, Pereira, Páscoa, Capela, Adriano (Francisco, 42 min (Jardel, 85 min)), Simões, Daniel, Santos, Ricardo (Jordan, 15 min) e Pedro Rodrigues.
Suplentes não utilizados: Xiolas, Melo, Jardel, Gato, Luis Miguel.
Treinador: Pedro Lopes.
Cartão amarelo:
Académico Viseu: Rafael Marques (69 min)
Oliveira Frades: Páscoa (72 min), Capela (73 min), Francisco (80 min), Pereira (80 min)
Árbitro: Edgar Correia, Auxiliares: Luis Henriques, Luis Silva. (A.F, Coimbra)
Os juniores academistas procuram dar a volta a um castigo polémico imposto pela Federação de Futebol obtendo uma vitória importante na luta pela manutenção.
Aos dois minutos Pedro Rodrigues aparece isolado em boa posição mas Diogo mostra atenção e faz o corte providencial. A resposta dá-se por intermédio de Rafael Silva a rematar forte mas sem a melhor direcção.
Aos 10 minutos João Soares após má saída de Viegas remata sem a melhor direcção. No minuto seguinte o remate não é o melhor de Rui Pipo após boa jogada individual do mesmo.
Aos 17 minutos lançamento lateral com a bola a chegar a Rafael Marques que remata forte mas sem a melhor direcção.
Partida equilibrada mas nem sempre bem jogado e só aos 34 minutos é que Pedro Pereira remata forte mas sem a melhor direcção.
Quatro minutos depois Filipe Menezes marca um livre e a defensiva oliveirense não consegue o corte e Pedro Pereira não consegue o melhor remate.
Primeira parte tem o seu término com um empate no marcador numa partida com pouca qualidade.

Os academistas procuram neste regresso à partida o golo que os coloque na frente do marcador. Contudo as ocasiões não acontecem em nenhuma das balizas.
A primeira ocasião surge aos 54 minutos quando Viegas tem uma má saida e a bola chega a Rui Pipo que com a baliza à sua mercê falha o remate e gora assim uma boa ocasião para marcar. Um golo feito desperdiçado. A resposta dá-se cinco minutos depois num remate de Francisco valendo o corte de Eduardo.

Aos 62 minutos Simões em boa posição vê o seu remate passar muito perto da baliza academista. Contudo aos 65 minutos surge o golo inaugural da partida quando Filipe Menezes desmarca bem Rui Pipo que consegue ultrapassar Viegas e faz o remate que resulta no golo.
A equipa do Oliveira de Frades tem agora que ser ela a procurar o golo mas sem grandes lances de perigo para a baliza de Diogo.
A partida encaminha-se para o seu término e aos 85 minutos Simões remata forte para defesa atenta de Diogo. A equipa forasteira alicerça o seu ataque no jogo directo procurando em livres ou em lances de bola parada fazer a bola chegar aos seus avançados.
Vitória justa dos academistas face a um adversário que colocou bastantes dificuldades aos academistas.

Out: primeira parte. Foi uma primeira parte onde ambas as equipas estiveram longe das balizas contrárias e o jogo foi muito equilibrado mas onde a qualidade esteve longe da melhor. Felizmente os ultimos 45 minutos foram de melhor nível e isso cativou os adeptos desta partida.
In: espirito de luta academista. Algo injustiçados pelo castigo aplicado os academistas queriam dar a volta por cima e alcançar uma vitória importante. Demonstrando um espiríto de guerreiros os academistas acabaram por alcançar os três pontos.
Melhor em campo: Filipe Menezes. Foi um dos timoneiros no meio campo e que se mostrou quase que intransponível. Para além da vertente defensiva que esteve em destaque também ele procurou "alimentar" o seu ataque e dos seus pés nasceram boas jogadas sendo o expoente máximo a desmarcação para Rui Pipo fazer o golo.

Outros resultados:
Tocha - Núcleo Guarda 2:0
Estação - Tourizense 2:5
Leiria Marrazes - Anadia 0:1
Mealhada - Tondela 4:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Tondela171313412240
Anadia171115402334
Tourizense171025412332
Mealhada17926302229
Tocha17746242025*
Académico Viseu17818263625*
Núcleo Guarda17539212718
Oliveira Frades17449183016
Leiria Marrazes173410173113
Estação173212244811
NOTA: Ainda sem o castigo reflectido.