30 setembro 2013

Empate conseguido no meio de muito azar

Leiria Marrazes - Académico Viseu 1:1  

Os juniores academistas deslocavam-se aos arredores de Leiria para defrontar a equipa do Leiria e Marrazes.
Era um jogo em que ambas as equipas procuravam a primeira vitória no campeonato para assim se afastarem dos últimos lugares na tabela classificativa.
Os academistas viriam a ter bastante azar nesta partida porque apesar de ter marcado dois golos (um em cada uma das balizas) sai da mesma com um empate ingrato.

NOTA: Gostaria de pedir ajuda na elaboração desta noticia. A quem assistiu ao jogo e me possa disponibilizar informações da mesma, pedia para enviar para: jorge.miguel.sa@gmail.com. Um forte abraço e obrigado desde já!

Outros resultados:
Mealhada - Núcleo Guarda 1:0
Tondela - Tourizense 2:1
Oliveira Frades - Anadia 0:1
Estação - Tocha (adiado 12-10-2013)
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Anadia550017415
Tondela550013515
Mealhada54108113
Tourizense52121197
Estação42027106
Oliveira Frades5122785
Tocha4103593
Leiria Marrazes5032583
Académico Viseu50144161
Núcleo Guarda50054110

29 setembro 2013

Primeira parte fogaceira dita regras


Académico Viseu - Feirense 1:2
Golos Feirense: Rúben (7 min), Gonçalo (15 min)
Académico Viseu: Tomé, Filipe, Cláudio, Leo, Bernardo (Costa, intervalo), Rui Miguel, Miguel, Totti (Lucas, intervalo), Tiago, Caiado e Rafa (Diogo, 65 min).
Suplentes não utilizados: Palhares, Marco, Nuno e Silva.
Treinador: Vitor Santos, João Figueira.
Feirense: Roberto, Jorge, Leandro, Joel, Vitor (Carlos, 54 min), Padinha, Gonçalo, Dani Almeida (Portal, intervalo), Rúben (André, 46 min), Magalhães (Francisco, 28 min) e Nuno (Batistuta, intervalo).
Suplentes não utilizados: Ricardo, Vasco.
Treinador: Pedro Alves.
Cartões amarelos:
Académico Viseu: Rafael (53 min).
Feirense: Dani Almeida (26 min) e Joel (70+ 3 min)
Cartão vermelho:
Académico Viseu: Tiago (64 min)

Este era um jogo que assumia um grau de grande dificuldade para os academistas pois defrontavam a equipa do Feirense, um dos lideres da prova.
A equipa fogaceira mostrou logo nos primeiros minutos o seu poder e aos 3 minutos Padinha lança Rúben que aparece nas costas da defensiva academista e perante Tomé não tem um remata pronto e vê o guarda-redes academistas a fazerem uma grande defesa a evitar o golo.
Contudo corolário do seu maior ascendente a equipa do Feirense viria a inaugurar o marcador quando novamente Rúben aproveita as muitas liberdades dadas pelo eixo central da defensiva academista e desta vez perante Tomé faz a bola sobrevoar este último e levar a bola a anichar-se nas redes academistas.
Os locais tentam reagir ao golo sofrido mas viriam ser novamente os forasteiros a conseguirem tal desidrato quando Gonçalo sem marcação aparece a rematar cruzado sem hipótese para Tomé.
Uma entrada bastante decidida e que permitiu à equipa fogaceira uma vantagem importante ainda antes dos primeiros 20 minutos.
Aos 21 minutos boa jogada do Feirense com Gonçalo a desmarcar Ruben que sofre um corte providencial de Leo quando se preparara para rematar para o golo da sua equipa.
Os academistas não conseguiam sair a jogar perante a pressão exercida pela equipa contrária e só por uma vez remataram à baliza de Roberto, por intermédio de Rafa.
Chegava-se ao intervalo com um resultado que se ajustava por completo à partida, onde a equipa do Feirense se mostrou mais dominadora e sem permitir que os academistas se aproximassem com perigo da baliza do seu guarda-redes.

A equipa do Feirense viria a ser a primeira equipa a criar perigo quando Francisco sobe bem na ala direita do seu ataque e centra bem mas vê Gonçalo a chegar um pouco atrasado para o remate.
Aos 43 minutos Jorge quase que surpreende Tomé quando marca de forma directa um canto, valendo a atenção do primeiro. Cinco minutos depois Gonçalo tem uma boa jogada desmarcando Francisco que remata com muito perigo.
Aos poucos com as substituições os academistas foram assumindo a partida e aos 52 minutos o Académico Viseu disfruta de uma boa ocasião para marcar quando na sequência de um livre marcador por Bernardo a bola chega a Rafa que em boa posição tem um remate sem a melhor direção.
Seria o ensaio para o golo que viria a surgir aos 60 minutos quando num livre marcado por Miguel Oliveira a bola ainda é tocada pela defensiva contrária e Roberto é o ultimo a tocar na mesma e faz um auto golo.
video

Este golo teve o condão de motivar os academistas que partiram na procura do golo do empate que esteve perto de acontecer quando aos 65 minutos Diogo consegue ganhar o lance nas alturas para Lucas aparecer sem marcação a rematar sem a melhor direcção.
Na resposta e aproveitando a subida dos locais no terreno Carlos aparece nas costas de defensiva local mas Marco consegue o corte evitando assim o golo feirense.
Na entrada dos 5 minutos de descontos numa lançamento longo surge o caso do jogo quando numa disputa de bola na grande área do Feirense Roberto numa disputa de bola derruba Diogo, onde nos parece que Bruno Pinto erra ao não assinalar grande penalidade.
Após este lance nada de maior realce houve e assim a equipa do Feirense consegue uma vitória fruto de uma melhor primeira parte e que dominou por completo a partida. Apesar disso os academistas foram reagindo e mostraram também uma enorme alma e querer e que colocou muitas dificuldades ao maior poder fogaceiro.
O trabalho do trio de arbitragem parece ter sido condicionado com o intervalo. Se nos primeiros minutos esteve irrepreensível, nos últimos 15 minutos da partida foi acumulando erros onde o maior pecado terá sido a mão marcação de uma grande penalidade a castigar falta de Roberto sobre o avançado Diogo numa disputa de bola. Logo de seguida novo erro quando não expulsa o defesa forasteiro por agressão a Caiado. Critério bem distinto daquele que foi dado a Tiago aquando da sua expulsão. Ou seja 15 minutos a merecer reflexão e que podem ter influenciado no resultado final.
Out: falhas defensivas academistas. Os academistas pareceram entrar algo receosos com o poder do seu adversário e com isso erraram em posições fatais que foram aproveitadas da melhor forma pelo seu adversário. Um ponto a melhorar porque se for ultrapassado alicerçado com a postura e o querer mostrado nos últimos 25 minutos os triunfos acontecerão.
In: primeira parte do Feirense. Foi uma primeira parte dominada pela equipa do Feirense, que mostrou desde inicio o que queria e com dois golos nos primeiros 15 minutos conseguiu uma vantagem de forma justa. Com um futebol onde concilia a técnica e o poder físico dos seus atletas os forasteiros bastante intensos sempre na procura da bola e com isso criaram muitas dificuldades aos academistas sobretudo nos primeiros 35 minutos.


Outros resultados:
Sanjoanense - Taboeira 2:0
Gondomar - Oliveirense 0:0
Castro - Repesenses 0:2
Avanca - Lusitano Vildemoinhos 0:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Feirense550010215
Gondomar541011113
Sanjoanense531110210
Oliveirense53116210
Taboeira5302779
Repesenses5203776
Avanca51046103
Académico Viseu51044103
Lusitano Vildemoinhos5104393
Crasto50144181

22 setembro 2013

Injustiça nos descontos dita derrota academista


Oliveirense - Académico Viseu 1:0
Académico Viseu: Tomé, Marco Rafael, Claudio, Leo, Bernardo (cap.), Rui Miguel (Patrick, 63 min), Caiado, Totti, Rafa (Pipo, intervalo), Tiago (Lucas, 55 min) e Miguel Ângelo. 
Suplentes não utilizados: Bruno, Costa, Vasco  
Treinador: Vitor Santos e João Figueira.

Após a primeira vitória no Campeonato os academistas tinham uma deslocação a Oliveira de Azeméis para defrontar a equipa local da Oliveirense.
A partida foi dominada pelo Académico de Viseu perante uma equipa muito forte fisicamente. A primeira oportunidade foi do Tiago quando não conseguiu rematar à baliza quando solicitado por Rafa.
Aos 18´penalty contra a Oliveirense que o árbitro marcou falta atacante da equipa de Viseu, quando foi o guarda redes da equipa da casa a derrubar Miguel Ângelo à entrada da área.
O Acádemico de Viseu não criou mais oportunidades de golo mas esteve sempre bem organizado e não permitiu que os oliveirenses também criassem qualquer tipo de perigo.
Na segunda parte a toada do jogo manteve-se mas a Oliveirense em duas ou três transições rápidas obrigou a que Tomé estivesse sempre atento. Quando tudo indicava que nenhuma equipa chegasse ao golo a oliveirense acaba por ser feliz e num cruzamento o avançado da equipa da casa aparece a cabecear para o fundo da baliza. Golo e final da partida que dita uma derrota muito injusta e penalizadora para os academistas que perdem um jogo em que nunca foram inferiores ao conjunto de Oliveira de Azeméis.
Outros resultados:
Sanjoanense - Avanca 3:0
Taboeira- Crasto 3:2
Repesenses - Gondomar 0:1
Feirense - Lusitano Vildemoinhos 2:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Gondomar440011112
Feirense44008112
Oliveirense4301629
Taboeira4301759
Sanjoanense4211827
Avanca4103683
Repesenses4103573
Académico Viseu4103383
Crasto40134161
Lusitano Vildemoinhos4004190

Juvenis vencem na Marinha Grande


Marinhense - Académico Viseu 0:3
Golo Académico Viseu: Rafael Barreiros, Benjamim 2
Académico Viseu: Elisio, Rafael Barreiros, Pedro Santos, Carlitos, Henrique, Bié, Marcelo (Gabi, 70 min), Benjamim, Gonçalo(Vasco, 65 min), Hugo (Rafael Campos, 60 min) e Caramelo.

Os juvenis academistas deslocavam-se à Marinha Grande e frente a um adversário sempre complicado procura obter a sua 2ª vitória no Campeonato.
Os primeiros minutos foram muito equilibrados no meio campo, sem nenhuma das equipas conseguir o dominio da partida.
Contudo aos 10 minutos ataque rápido com Hugo a rematar para corte do defesa contrário. No seguimento do canto marcado por Marcelo, Rafael Barreiros faz de cabeça o golo inaugural da partida.
O Marinhense após o golo reagiu muito bem obrigou os academistas a defender no nosso meio campo defensivo mas não conseguiam chegar à baliza academista.
Só por intermédio de remates de longe é que o conseguiam. Os academistas conseguiam sair em contra ataques sempre perigosos aproveitando a velocidade dos seus jogadores mais adiantados, no caso Hugo, Caramelo e Gonçalo.
Aos 30 minutos o Marinhense tem uma boa ocasião para marcar, quando na sequência de um livre Elísio fez grande defesa conservando assim a vantagem academista. Ainda na primeira parte o guarda redes academista responde de boa forma num remate fora da area.
A primeira parte foi de bastante sacrificio para os academistas que após o golo tiveram que suster a natural reacção dos locais e seria com uma vitória parcial pra os academistas que ambas as equipas iriam regressar aos balneários para o merecido descanso.
Na 2ª parte o Marinhense aposta mais no ataque e coloca mais jogadores na frente o que ajudou a missão dos academistas pois assim estes últimos tinham mais espaço para os seus ataques venenosos. Os academistas conseguiam preservar as suas redes e sempre que recuperavam levavam muito perigo à baliza local.
Aos 60 minutos da 2ª parte uma grande jogada entre vários jogadores a bola chega ao Gonçalo que ganha em velocidade ao defesa contrario e isola-se e remata ao poste. Contudo a bola sobra para benjamim que faz o segundo golo dos academistas.
O segundo golo deu uma maior tranquilidade aos academistas pois o Marinhense só conseguia chegar perto da nossa área em bolas pelo ar mas mesmo aí Pedro e Carlitos, os 2 centrais academistas, estiveram intransponiveis.
 grande jogo dos 2 nos conseguíamos ter mais posse e sempre causando grande perigo no ultimo terço do marinhense áté q
Aos 67 minutos Hugo numa jogada individual passa por 3 jogadores e isolado remata contra o guarda redes e na sobra o benjamim encostou e fez o 3 -0.
Desta forma os academistas regressam a Viseu com mais 3 pontos na tabela classificativa que lhes permite dar um salto na mesma ultrapassando mesmo o seu adversário deste jogo.Aos 75 minutos numa jogada de contra ataque Vasco isolado remata para grande defesa do guarda redes local. Já perto do final da partida surge uma boa ocasião para o Marinhense num remate que passa perto da baliza academista.
Resultado justo onde os academistas conseguiram o domínio da partida, conseguindo com bastante sacrifício e empenho defender da melhor forma e aproveitar a velocidade dos seus avançados para rubricar boas jogadas de contra ataques que permitiram aos forasteiros criar boas oportunidades de golo.

Outros resultados:
Naval - Sp. Covilhã 1:0
Repesenses - Anadia 0:0
Beira Mar - Académica Coimbra 3:1
Núcleo Guarda- U. Leiria 2:4
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
U. Leiria651014416
Académica Coimbra650115315
Beira Mar632114911
Académico Viseu622211118
Marinhense62227108
Anadia6222678
Repesenses6132566
Naval6124265
Núcleo Guarda61144114
Sp. Covilhã60157181

21 setembro 2013

Solidez forasteira venceu ansiedade academista


Académico Viseu - Mealhada 0:1
Golo Mealhada: Miguel (71 min)
Académico Viseu: João Diogo, Pedro Pereira, David Amaral, Vinicius, Rafael Silva, Márcio, João Soares, Gonçalo Pipo (Tiago Vaz Pinto, intervalo), Rui Pipo (Micoli, 70 min), Jimmy (Bruno Lopes, 80 min) e Lucas.
Suplentes não utilizados: Diogo, Eduardo, Rodrigo Martins, Artem.
Treinador: Pipo e Filipe Pipo.
Mealhada: Costa, Rafael, J.Neves, Rui Miguel, Miguel, Pedro, Ruben, Monteiro (Ricardinho, 90+ 2 min), Paulo, Bruno (Pipito, 65 min) e P.Lopes (Abrantes, 73 min).
Suplentes não utilizados: J.Nuno, Piwinha e Paulito.
Treinador: Garrido.
Cartão amarelo:
Académico Viseu:  Rafael (60 min)
Mealhada: Abrantes (84 min)
Àrbitro: João Rafael. Auxiliares: Jorge Fernandes e João Marques (A.F. Castelo Branco)

Primeiro minuto com grande oportunidade para os academistas com João Soares a desmarcar bem Lucas que em velocidade entra na área mas remata muito por alto.
A resposta forasteira dá-se aos 5 minutos com Pedro a rematar igualmente sem a melhor direcção.
Os academistas denotam bastante nervosismo o que está a ser aproveitado pela equipa do Mealhada para assumir o dominio da partida.
A bola parece queimar para os academistas que falham muitos passes e não lhes permite criar lances de perigo para a baliza forasteira.
O Mealhada tem o domínio da partida mas sem também ele criar lances de perigo para a baliza de João Diogo.
A partida decorre sem grande qualidade, prova disso é que o proximo remate a uma das balizas acontece aos 40 minutos por intermédio de Rui Pipo.
Má primeira parte sem grandes lances de perigo para ambas as balizas.

Os academistas entram na segunda parte mais pressionantes e cabe a estes o primeiro remate embora sem grande perigo. Aos 55 minutos grande ocasião para o Mealhada quando Rui Miguel ganha nas alturas à defensiva academista e remata vendo Jimmy a negar o golo mesmo sobre a linha de golo.
Na resposta Jimmy desmarca Lucas que em boa posição não consegue o melhor remate.
Dois minutos Vinicius tem uma perda de bola comprometedora com esta a chegar a Monteiro que isolado remata muito por alto.
Na resposta Márcio marca o canto para Rafael Silva aparecer a cabecear um pouco ao lado da baliza bairradina.
Aos 71 minutos surge o golo forasteiro com P Lopes a entrar bem na área e centra para Miguel a antecipar-se À defesa academista e fazer o golo.
Na resposta Micoli é bem solicitado mas remata um pouco por alto desperdiçando uma boa ocasião para o empate.
Aos 82 minutos Lucas centra para Rui Miguel ter um corte providencial a evitar o remate para o golo de João Soares.
Aos 90 minutos lucas remata bem mas vê a defensiva forasteira negar-lhe o golo. Na resposta Abrantes aparece a rematar mas fraco à baliza academista.
Derrota academista num jogo em que o empate sobretudo o nulo era o resultado mais justo.
Arbitragem com alguns erros mas em que nada influenciaram no resultado final.

Out: ansiedade. Após 3 jogos sem vencer os academistas queriam neste jogo uma vitória para tranquilizarem. Contudo esse desejo fez com que os academistas denotassem muita ansiedade e realizassem uma primeira parte sem grandes lances de perigo e muito longe. Contudo a equipa não foi a única a mostrar ansiedade, pois este mesmo sentimento foi tónica dominante naqueles que assistiam ao jogo e que em nada contribuíram para tranquilizar os academistas.
In: solidez forasteira. Sem fazer um jogo brilhante a equipa do Mealhada mostrou-se sólido e acima de tudo a saber o que fazer no relvado. Foi uma equipa muito "certinha" e com uma defesa a não dar grandes espaços aos avançados academistas conseguiu ter muito do domínio da partida e com isso apesar da pressão dos academistas nos últimos 20 minutos da partida conseguiu conservar a vantagem no marcador e arrancar uma vitória preciosa.

Outros resultados:
Estação - Oliveira Frades 3:2
Tocha - Leiria Marrazes 3:1
Núcleo Guarda - Tondela 1:2
Tourizense - Anadia 1:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Anadia440016412
Tondela440011412
Mealhada43107110
Tourizense42111077
Estação42027106
Oliveira Frades4121775
Tocha4103593
Leiria Marrazes4022472
Núcleo Guarda40044100
Académico Viseu40043150

16 setembro 2013

Juniores perdem em Tondela

Tondela - Académico Viseu 2:0  

Outros resultados:
Leiria Marrazes - Estação 1:2
Mealhada - Tocha 2:0
Anadia - Núcleo Guarda 3:0
Oliveira Frades- Tourizense 2:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Anadia33001439
Tondela3300939
Mealhada3210617
Tourizense3210957
Oliveira Frades3120545
Estação3102483
Leiria Marrazes3021342
Núcleo Guarda3003380
Tocha3003280
Académico Viseu30033140

15 setembro 2013

Iniciados academistas vencem derby citadino

video

Académico Viseu - Repesenses 2:1
Académico Viseu: Rafael, Miguel Oliveira.
Académico Viseu: Tomé, Marco Rafael (Pipo, intervalo), Cláudio, Leo, Bernardo, Rui Miguel, Totti (Vasco, 62 min), Caiado; Rafael (Lucas, 59 min), Tiago e Miguel Oliveira
Suplentes não utilizados: Palhares, Nuno, Diogo Almeida e Filipe
Treinadores: Vitor Santos, João Figueira e Fábio Mendes.

Este era o primeiro derby neste Campeonato Nacional de Iniciados, num jogo muito disputado mas nem sempre bem jogado.
academistas realizaram uma exibição conseguida num jogo onde procuravam a primeira vitória na prova. O meio campo academista foi sempre mais forte, onde Caiado veio trazer muita qualidade ao mesmo.
A primeira parte foi equilibrada mas num lance de grande inspiração de Rafael, o jogador academista recebe bem a bola enviada por Leo e de primeira desfere um remate ainda fora da grande área e faz o golo que colocava os academistas na frente do marcador.
O Repesenses reagiu na procura do golo do empate que viria a alcançar na sequência de um canto. A bola sobra para o capitão repesense que foi mais rápido e assertivo e atirou para a baliza de Tomé.

Contudo os academistas procuraram novamente o golo que lhe dessem a vantagem no marcador e numa boa jogada colectiva onde a bola passa por vários jogadores da equipa local a bola chega a Rafael que centra para Miguel Oliveira aparecer ao segundo poste a encostar para o golo que acabava por se ajustar.
Rafael ao marcar um grande golo e ao fazer a assistência para o segundo foi o atleta do jogo.
Arbitragem sem problemas.

NOTA: Gostava de agradecer aos amigos Pedro Tadeu e Vitor Santos pela ajuda na elaboração da noticia tornando-a bem mais aliciante. Forte abraço e desde já obrigado!

video

Outros resultados:
Lusitano Vildemoinhos - Oliveirense 0:3
Crasto - Sanjoanense 1:1
Gondomar - Taboeira 2:1
Avanca - Feirense 0:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Gondomar33001019
Feirense3300619
Oliveirense3201526
Taboeira3201436
Sanjoanense3111524
Avanca3102653
Repesenses3102563
Académico Viseu3102373
Crasto30122131
Lusitano Vildemoinhos3003170

Juvenis empatam em clássico regional

Académico Viseu - Beira Mar 2:2
Academico Viseu: Elisio, Renato, Ricardo, Carlos, Tigas, Rafael (Cap), Marcelo, Benja(Bruno), Caramelo, Lopes (Gonçalo) e Hugo.
Treinadores: Roger Almeida.
Beira-Mar: Diogo, Bruno Matos, Ramon, Guga e Ricardo Mango; João Neves, Nuno Regêncio e Rui Ladeiro; Rafa, João Gonçalves e André Santos.
Entraram: Nuno Aparício, Marcos e Manu.
Treinador: Zé Maria

O Académico de Viseu foi a primeira eequipa a rematar à baliza com Marcelo a ser o autor do mesmo.
Os academistas viriam a chegar ao intervalo a vencer por 1-0, fruto de um golo obtido aos 20 por Hugo na sequência de um livre a castigar falta sobre Hugo após boa jogada individual deste jogador academista.
Após o golo academista os auri-negros estiveram perto de marcar mas o Elísio esteve bem e evitou isso. 

O Beira-Mar, iniciou a segunda parte com mais posse de bola na procura do golo do empate que viria a ser alcançado aos 50 minutos com Bruno Matos a ser o marcador de serviço a ser o mais lesto a rematar numa jogada de insistência da sua equipa.
O Académico de Viseu adiantar-se-ia de novo no marcador aos 60 minutos, numa jogada de contra ataque através de Gonçalo que acabara de entrar.
A entrada de Manu veio dar um maior fulgor à equipa forasteira pois complicou muito a defesa academista pois é um extremo muito rápido que finta bem e ao contrario dos outros jogadores do Beira Mar tem um bom porte fisico.
Isso viria dar resultados perto do final quando aos 77 minutos, André Santos evitou a derrota para a sua equipa e apontou o golo do empate após assistência de Manu pintando pela ultima vez o marcador.
Foi uma partida equilibrada onde ambas as equipas dispuseram de poucas oportunidades de golo e dai o empate acaba por ser o melhor descritivo da partida.
Resultado justo com o trio de arbitragem a não ter influencia no resultado.
Outros resultados:
Sp. Covilhã - Marinhense 3:3
U. Leiria - Naval 0:0
Anadia - Núcleo Guarda 3:1
Académica - Repesenses 2:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Académica Coimbra550014015
U. Leiria541010213
Beira Mar52211188
Marinhense5221778
Anadia5212677
Repesenses5122565
Académico Viseu51228115
Núcleo Guarda5113274
Naval5024162
Sp. Covilhã50147171

08 setembro 2013

Anadia arrasa vieenses

Académico Viseu - Anadia 2:8
Golos Académico Viseu: Rafael Silva (2 min), Gonçalo Pipo (68, de g. p.).
Golos Anadia: Dias (22 min), Aidos (24 min), Márcio Almeida (34, na p. b), André (45 e 74, de g. p.), Mira (58 min), Adriano (67 min)  e Dani (83 min).
Académico Viseu: João Diogo; Pedro Pereira, Bruno Lopes, Staphane Costa (Arteme, 45), Rafael Silva, Márcio Almeida, Dani Costa (Tiago Pinto, 45), Gonçalo Pipo, Rui Pipo, Jimmy (Pedro, 45) e João Soares.
Suplentes não utilizados: Márcio, Frederico, Guilherme e Figueiredo
Treinador: José Pipo
Anadia: Zé Vítor; Miguel Angelo, Luís Gpnçalves (Miguel, 70), Dias, André (João Pedro, 75), Adriano, Mira, Gonçalo (Telmo, 58), Dani, Aidos e Tiaguinho.
Suplentes não utilizados: Alexandre, Pinho, Jota e Carvalha
Treinador: Pedro Martins
Árbitro: Hugo Silva, Auxiliares: Rui Ceboleira e Gonçalo Antunes (A.F. Santarém)

O Académico de Viseu durou apenas 20 minutos. Quando aos dois minutos, na sequência de um canto, Rafael Silva fez o primeiro golo, sonhou-se no 1.º de Maio com uma vitória folgada.
O sonho durou até aos 22 minutos, pois até então foi o Académico quem mandou no jogo e esteve sempre mais perto de chegar ao 2-0 como aconteceu aos cinco minutos com Rui Pipo a falhar com a baliza aberta, aos nove minutos com João Soares a obrigar Zé Vítor a grande defesa e aos 16 minutos com Rui Pipo a voltar a fazer o mais difícil, ou seja, cabeceando ao lado da baliza.
A partir dos 22 minutos os viseenses 'desapareceram' do jogo. O Anadia encontrou a fórmula mágica no seu meio campo e nas alas.
Ganhando claramente o meio campo e utilizando os dois alas a preceito, ao mesmo tempo que contava com a falta de coordenação defensiva caseira, o forasteiros depressa deram a volta ao marcador e acabaram por chegar ao intervalo a vencer com vantagem confortável.
Nem se torna necessário descrever a forma como surgiram os golos, bastando dizer que houve mérito dos jogadores bairradinos em aproveitar o demérito da defensiva local, pouco lesta a desfazer as jogadas e, ainda, o facto do meio campo se mostrar inoperante na discussão pela posse da bola.
Ainda havia a esperança de que após o intervalo as coisas se alterassem. Mas foi um sonho desfeito aos 58 minutos quando o Anadia fez o quinto golo, na conversão de um livre directo que não deu hipóteses a João Diogo.
A ingenuidade academista - os jogadores são praticamente todos juniores do 1.º ano- continuou e os golos dos visitantes aconteceram com naturalidade. Não se pode dizer que o Académico baixou os braços.
Nada disso. Fizeram o que puderam, mas a falta de experiência frente a um adversário que mostrou muita qualidade técnica, velocidade e alguma força no confronto físico, não conseguiram evitar uma goleada histórica na sua própria casa.
O resultado final diz tudo sobre a diferença de qualidade entre os dois conjuntos. O árbitro esteve bem. 


NOTA: Gostava de agradecer ao amigo Silvino Cardoso pelas informações dadas. Obrigado desde já! 

Outros resultados:
Leiria Marrazes - Oliveira Frades 1:1
Estação - Mealhada 0:3
Tocha - Tondela 1:3
Núcleo Guarda - Tourizense 0:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Anadia22001126
Tondela2200736
Tourizense2110414
Mealhada2110414
Oliveira Frades2110324
Leiria Marrazes2020222
Núcleo Guarda2011121
Estação2002270
Tocha2002260
Académico Viseu20023120

Taboeira vence iniciados academistas muito desfalcados


Taboeira - Académico Viseu 2:1
Golos Taboeira: Gonçalo e Berna
Golo Académico Viseu: Tiago 

Taboeira: Henrique, Fábio, Lopes, Rocha, Bernardo, João (Vicente), Gonçalo, Berna, Miguel (Simão), André (Casal) e Afonso (João Pedro).
Suplentes não utilizados: Terceiro, Neto e Tomé
Treinador: Miguel Oliveira

Académico:Bruno; Marco, Claudio, Leo e Bernardo, Patrick (Diogo, intervalo), Rui Miguel e Totti; Rafa (Nuno, intervalo), Tiago e Lucas  (Filipe, 65 min)
Suplentes não utilizados: Palhares, Miguel Silva, João Costa e Olavo 
Treinadores: Vítor Santos e João Figueira.


Jogo muito disputado a meio campo. Ambas as equipas foram de grande entrega ao jogo mas, quase, não houve oportunidades de golo à excepção de uma aos 32 minutos para o Taboeira e outra aos 64 minutos por Tiago para os viseenses. 
O Académico saiu na frente no marcador quando Tiago bem solicitado pela linha média academista foi mais forte que o defesa do Taboeira e à saída do guarda redes teve calma e engenho para rematar para o fundo da baliza. 
Chegou-se ao intervalo com a vitória dos academistas num jogo em que as equipas se respeitaram e temiam o golo adversário. 

Na segunda parte o Taboeira entrou a marcar logo aos 8 minutos num livre directo, mal assinalada a falta pela equipa de arbitragem, em que a bola ainda bateu na trave e entrou. 
A equipa do académico sentiu muito o golo e o jogo jogava-se só a meio campo. Num lance em que os academistas não saem em transição como se lhes pedia a equipa do Taboeira recupera a bola e já dentro da área o aveirense cai. Penalty contra o Académico num lance em que mais uma vez a decisão do árbitro não mereceu o consenso dos presentes. 
A ganhar por 2-1 os atletas do Taboeira geriram o resultado e o tempo. 
O Académico ainda teve a melhor oportunidade desta segunda parte quando Lucas isola Tiago que não conseguiu, desta vez, dar a melhor direção à bola. Final do jogo em que os viseenses são bastante penalizados ao sofrerem dois golos de bola parada.

NOTA: Gostava de agradecer a ajuda aos amigos Vitor Santos e Boia na construção desta notícia!


Outros resultados:
Repesenses - Lusitano Vildemoinhos 3:1
Crasto - Avanca 1:5
Sanjoanense - Gondomar 0:1
Oliveirense - Feirense 0:1
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Gondomar2200806
Feirense2200416
Taboeira2200316
Sanjoanense2101413
Avanca2101633
Repesenses2101443
Oliveirense2101223
Lusitano Vildemoinhos2002140
Académico Viseu2002160
Crasto20021120

Briosa eficaz em clássico juvenil


Académico Viseu - Académica Coimbra 0:4
Golos Académica Coimbra: Miguel Batista (4), Matos (44). Nassur (63), Tiago (71) 
Académico Viseu: Elísio, Bié (Gabi, 78), Carlos, Ricardo, Tigas, Tigas, Rafael Berreiros, Marcelo, Gonçalo (Bruno, 65), Vasco (Rafael Campos, 68), Benjamim e Hugo.
Suplentes não utilizados: Miguel, Henrique, Lopes e Renato.  Treinador: Rogério Almeida
Académica: João Gomes; Bruno Simões (Chico, 72), Rui Lapa (Hugo Ribeiro, 26), Miguel Batista, João David, Miguel Barreto, Assis, Hugo Oliveira, Tiago, Matos (Xavier, 72) e Nassur
Suplentes não utilizados: Afonso, Henrique, Lagoa e J.P.
Treinador: Rui Silva
Acção disciplinar: Cartão amarelo para: Bié (3), Assis (26), Elísio (46), Nassur (63), Hugo Ribeiro (74).

Árbitro: Hugo Geraldes, Auxiliares: Bruno Nave e José Bicho (A.F. Guarda)

Entrada forte da Académica que criou perigo e no primeiro minuto quase marcava. Ficou o aviso porque aos quatro minutos na sequência de um livre convertido por Matos, a bola sobrou da barreira para Miguel Batista que não perdoou.
Reagiu o Académico com grande determinação e o golo esteve muito perto de acontecer e só não surgiu porque Vasco teve azar não conseguindo empurrar para a bola para o fundo da baliza. O jogo ganhou mais velocidade jogando-se taco a taco mas com os locais a mostrarem mais garra.
Os viseenses pressionaram cada vez mais e a defensiva conimbricense sentiu muitas dificuldades em segurar a vontade dos jogadores e aos 35, 37 e 39 os academistas tiveram demasiado azar, com a bola a recursar-se, autenticamente, a entrar na baliza à guarda de João Gomes.
Hugo e Vasco foram os quebra cabeças da defesa visitante. O Académico dominou os segundos vinte minutos do primeiro tempo.
Ao intervalo, o resultado era injusto e o empate era mais que justificado pois a equipa viseense dispôs de melhores ocasiões para marcar o que não conseguiu.

No reatamento, a Académica voltou a entrar com vontade de marcar cedo. O Académico tentou travar a toada ofensiva contrária mas não conseguiu evitar o golo de Matos e mais tarde de Nassur.
Reacção dos locais, mas o golo de Tiago matou toda e qualquer veleidade de evitar a derrota. Os viseenses apesar da desvantagem não atiraram com a toalha ao chão e aos 74 minutos dispôs de uma grande penalidade, mas Hugo atirou para as mão de João Gomes.
Estava feito o resultado e pela superioridade dos forasteiros na segunda parte a vitória aceita-se mas o resultado é exagerado. Arbitragem regular.

NOTA: Agradeço desde já a ajuda do Silvino Carlos no envio da informação sobre o jogo. Obrigado desde já!

Outros resultados:
Beira Mar - Sp. Covilhã 3:2
Marinhense - U. Leiria 0:2
Naval - Anadia 1:2
Núcleo Guarda - Repesenses 1:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Académica Coimbra440012012
U. Leiria440010212
Beira Mar4211967
Marinhense4211447
Repesenses4121545
Académico Viseu4112694
Anadia4112364
Núcleo Guarda4112144
Naval4014161
Sp. Covilhã40044140

06 setembro 2013

Aniversário Vasco Figueiredo


Hoje o Vasco Figueiredo, um dos jogadores dos Iniciados do nosso clube faz anos.
Desejo-te que os teus sonhos se concretizem pois bem mereces! Sonhar é um passo para concretizar!

Parabéns e tudo de bom CAMPEÃO!!



02 setembro 2013

Inicio de treinos

Os diversos treinos das restantes equipas da formação academista começam esta semana.
Aqui ficam os primeiros treinos:

Juniores B (Juvenis) - Equipa b
Segunda-feira - 20:15, Estádio 1º de Maio

Juniores C (Iniciados) - Equipa b
Terça-feira - 20:15, Campo nº1 - Ranhados

SUB 13 (2001)
Segunda-feira - 19:00, Campo de Futebol de 7 - Fontelo

SUB 12 (2002) - Equipas a e b
Segunda-feira - 19:00, Campo de Futebol de 7 - Fontelo

SUB 11 (2003)
Terça-feira - 18:00, Estádio 1º de Maio

SUB 10 (2004 / 2005) - Equipas a e b
Terça-feira - 18:00, Estádio 1º de Maio

01 setembro 2013

Golos em momentos chave ditam derrota junior

Tourizense - Académico Viseu 4:1

Os juniores academistas tinham neste jogo, o primeiro jogo do seu Campeonato Nacional.
Os academistas entraram logo a perder pois ainda antes do primeiro minuto veriam o seu adversário a marcar.
Os forasteiros equilibraram a partida mas viriam a sofrer no último minuto da primeira parte dois golos que sentenciavam a partida.
Na segunda parte houve ainda dois golos, um para cada equipa mas a vitória não escapou à equipa do Tourizense.
 

Outros resultados:
Tondela - Estação 4:2
Mealhada - Leiria Marrazes 1:1
Anadia - Tocha 3:1
Oliveira Frades - Núcleo Guarda 2:1
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Tourizense1100413
Tondela1100423
Anadia1100313
Oliveira Frades1100213
Leiria Marrazes1010111
Mealhada1010111
Núcleo Guarda1001120
Estação1001240
Tocha1001130
Académico Viseu1001140